quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Maior convenção do Norte do Brasil oficializa sua desfiliação junto à CGADB no RJ.

Hoje, precisamente às 15:40h, foi protocolado a desfiliação da maior convenção de pastores do Norte do Brasil, a CEADAM, Convenção da Assembleia de Deus no Amazonas. A primeira ficha de desfiliação apresentada foi a do próprio pastor presidente, Reverendo Jonatas Câmara. O responsável pela pilha de papéis que foram protocolizados, foi o Pr Moisés Ambrósio, que desembarcou hoje a tarde com essa missão no Rio de Janeiro onde fica a sede da CGADB. A CEADAM possui hoje exatamente 3085 templos em todos os municípios do Amazonas e um total de 272 mil membros. É uma convenção gigante que deixa a convenção comandado pelo Bezerras para seguir novo caminho com a novel convenção que está surgindo chamada de CADB, Convenção das Assembleias de Deus no Brasil. Há três dias, as três maiores Assembleia de Deus no Amapá, que hoje juntas possuem mais de 500 igrejas, também anunciaram por meio de seus presidente a desfiliação da CGADB. Hoje pela manhã, no templo da 14 de março em Belém do Pará, também aconteceu uma reunião gigantesca com milhares de pastores onde uma das maiores convenções do Brasil, a CIMADB, também por unanimidade, votou pela saída da CGADB. Nos próximos dias representantes da CIMADB também desembarcam no RJ para protocolar a desfiliação de seus milhares de pastores. Além disso diversos outros ministérios, convenções estaduais e regionais também estão em conversa intensa para estarem, nos próximos dias, anunciando sua desfiliação. A criação da nova convenção nacional atende a um anseio antigo de grande parte dos pastores de todo Brasil, insatisfeitos com a política de perpetuação no poder da família Bezerra, que comanda a instituição há mais de três décadas. Hoje, tanto a CGADB quanto a CPAD, são controladas por essa família. Em abril deste ano, a eleição da instituição foi parar na justiça com quase duas dezenas de ações judiciais e liminares questionando a lisura do pleito. Mas não teve jeito, o pai (depois e 30 anos no poder) passou a presidência ao filho. Cansados de tudo isso, um grupo de pastores de todo o Brasil resolveu nos últimos dias sair desta convenção nacional e criar uma nova, convidando para isso o Pr Samuel Câmara para assumir o comando desse desafio. Ainda não há data de lançamento da nova convenção, mas fontes fidedignas garantem que uma grande reunião com presidentes de convenções de todo o Brasil acontecerá nos próximos dias, em local e hora não informados, para acertar os últimos detalhes para a sua criação e implantação em todo território nacional.









Nenhum comentário :

Postar um comentário