segunda-feira, 27 de maio de 2019

Não reclame do que você não tem, agradeça pelo que tem - Por Gesiel Oliveira


Foto meramente ilustrativa

Hoje aprendi mais uma importante lição da vida. Confesso que esses dias andava pensando muito no fato de não ter um terreno rural para onde eu pudesse levar meus filhos no final de semana. Um lugar onde eu pudesse chamar de “meu cantinho de descanso”. Hoje enquanto trabalhava pela manhã como Oficial de Justiça, fui cumprir uma ordem de intimação, e cheguei até um lindo lugar, ainda dentro dos limites de Macapá, um espaço que é um sonho, um paraíso na terra. Quando cheguei em frente a essa chácara fiquei encantando. Parecia que era o meu sonho realizado. Piscinas, campos gramados, murado, cerca elétrica, patos, galinhas, perus, cavalos, espaço enorme para as crianças brincarem com muitos brinquedos, enfim, quando toquei a campainha o grande portão eletrônico se abriu. Entrei com meu carro, vi um senhor deitado na rede, que aparentava ter uns 55 anos, era o dono da propriedade. Um senhor muito alegre, que me passou tanta paz. Ele estava enrolado com os folhos da rede virados sobre suas pernas. Então resolvi dizer a ele: “que lindo seu terreno senhor. Tenho de lhe confessar que esse também é o meu sonho. Parabéns meu amigo, algum dia terei a oportunidade de ter um terreno assim, onde eu possa correr, jogar futebol com meus filhos e amigos, creio que você gosta muitos de fazer isso com seus filhos e netos não é?”. E neste momento ele abriu a rede  e então eu pude ver que estava falando com um senhor que não tinha as duas pernas, que perdeu em um acidente recente. Ele levantou as sobrancelhas rapidamente, como quem queria dizer: “eu também queria correr e fazer isso”. Emudeci! Ele não precisou dizer mais nada. Senti um mal estar imediatamente. Um tapa da realidade que colocou meus pés no chão da vida e me encontrei diante de uma situação em que eu estava desejando algo que esse senhor tinha: um terreno lindo, e ele desejando algo que eu tinha: saúde e integridade física. Aí entendi o quanto meus desejos são insignificantes diante da grandiosa misericórdia e benevolência de Deus para comigo. Foi a lição que precisava para entender que devemos agradecer a Deus pelo que temos, sem ficar reclamando por coisas materiais que não temos. Pois Deus nos deu o maior bênção de todas: o fato de termos saúde e podermos fazer o que muitos não podem. Saí daquele lugar enxugando as minhas lágrimas, repensando minhas intenções,  agradecendo a Deus por tudo, e aprendendo na prática o que o Apóstolo Paulo disse em Filipenses 4.11: “Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece”. Compartilhe essa lição!
Gesiel Oliveira

Obs: foto meramente ilustrativa.

Um comentário :

  1. Que lindooo texto! Vc merece ter seu sonho realizado! Confie e conseguirá!Parabéns!

    ResponderExcluir