domingo, 2 de setembro de 2018

A intimação do "além" - Gesiel Oliveira


Aconteceu comigo outro dia. Eu cheguei pra intimar o cidadão em um desses conjuntos habitacionais do "minha casa, minha vida" aqui em Macapá, bati na porta e escutei uma voz do outro lado, era a mãe do réu. Eu então perguntei pelo cidadão, a mãe veio me atender, abriu só um pouquinho a porta, colocou a cabeça pra fora e me disse: "venha cá que eu vou lhe mostrar onde ele está". Quando ela abriu a porta, estavam velando o corpo dele. Chega a minha perna tremeu, senti um mal estar, tinham várias pessoas lá, amigos do "de cujus". Tinha até gente armada lá dentro. Tinham matado o cara no dia anterior. A mãe me convidou para entrar lá, mas de longe eu já reconheci que era o cidadão que estava procurando, pois eu já o havia intimado outras vezes. E eu estava levando uma intimação da vara do tribunal do juri, por um homicídio que ele estava respondendo. Então resolvi dar uma de "mestre dos magos", disse assim: "vou só buscar uma caneta aqui no meu carro". Devem estar esperando eu voltar até hoje. 

Tenho tanta história dessa minha profissão que dava pra escrever um livro kkk

2 comentários :

  1. Prezado Pastor Gesiel graça e paz! Gostaria de solicitar autorização do Senhor para publicar essa e outras matérias publicadas no seu blog no meu pequeno site. Serão publicadas apenas 5 ou 10 linhas, e um link para ler o resto da publicação no seu site. Tipo essa: https://www.gospelhoje.com.br/2018/09/a-intimacao-do-alem-gesiel-oliveira.html

    Caso o senhor não autorize estarei removendo a mesma!

    Att: Gospel Hoje - Meu Contato admgospelhoje@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Sim, fique a vontade. Pode publicar quantas quiser do meu blog

    ResponderExcluir