domingo, 6 de outubro de 2013

Preso o criador do Fake “Irmã Zuleide”, que utilizava imagem não autorizada para satirizar os cristãos no Facebook

O Fake satírico usava imagem não autorizada de uma Profa.
de Campinas; e o verdadeiro criador, Álvaro Rodrigues.

Você conhece a irma Zuleide? Isso mesmo, aquela figura que satiriza os cristãos no Facebook, com frases irônicas e engraçadas para alguns. Pois é, foi presa, ou melhor, preso.

A policia de Santos, litoral paulista, prendeu o criador da personagem, que era famosa nas redes sociais fazendo sátiras aos evangélicos.

O acusado, Álvaro Oliveira Rodrigues, de 30 anos, responsável pelos perfis da personagem, que se diz DJ, foi detido enquanto tocava em uma casa noturna da cidade e é acusado de crimes como constrangimento, injúria e difamação, dos quais responderá na justiça.

O perfil da personagem que tem 566 mil seguidores no Twitter e algo em torno de 3,8 milhões na sua fan page da rede social Facebook, é considerado uma febre na rede a dois anos. A policia já investigava o caso porque a foto usada (foto) nos perfis é na realidade de uma professora de Campinas, interior de São Paulo, que alega estar constantemente sendo alvo de constrangimentos por causa das publicações feita no perfil da “Irma Zuleide”.


A vitima e o acusado
A professora, que não quer aparecer, afirma que virou motivo de chacota na cidade onde vive, por conta do perfil e após saber do fato acionou a policia, afim de impedir o uso de sua imagem indevidamente.


PRISÃO

O advogado da professora descobriu que o autor dos crimes faria um show em uma casa noturna em Santos e, foi ao 1º Distrito Policial da cidade dando ciência aos policiais, que começaram a investigar o caso e levaram o acusado até ao DP. Lá ele assinou um termo circunstanciado e foi liberado em seguida.

Após ser liberado pela polícia, o acusado , que indevidamente usava a imagem da professora para promover suas apresentações, passou a usar perfis nas redes sociais para ironizar a sua rápida prisão com frases como:

- Jovens tem (sic) comida grátis aqui na cadeia, vou encher o buxo (sic)! Ôh, Glória!!

- O wi-fi aqui da cadeia é melhor do que o lá de casa! Ôh Bênção!!

- O irmão Teobaldo chegou na delegacia com um abre os corpos e fui libertada, só Jesus na causa.

Personagens
A prisão do homem levou o termo “Irmã Zuleide” a ficar entre os tópicos mais citados do Twitter no Brasil. A maioria das mensagens publicadas na rede social questionavam o futuro de outros personagens que utilizam fotos e nomes de personalidades para fazer piadas na internet.

Ironizando , o acusado escreveu uma mensagem no Facebook na qual deixa a entender que a prisão e o processo que irá responder não farão com que ele pare de utilizar o personagem.

- Não vou abandonar o que eu amo, não vou abandonar os que faço feliz. Não vou abrir mão de cada sorriso, de cada mensagem. Não deixar de alegrar diariamente cada um de você (sic). Às vezes as coisas acontecem, mesmo quando não temos intenções negativas, coisas da vida, segredos de Deus. Beijos de luz aos que estão comigo, e obrigada sempre pelo carinho – escreveu. 

A polícia informou ainda que verdadeira dona da imagem que estava sendo usada como Fake nas redes sociais, está sofrendo bullyng e passando por tratamento psiquiátrico tal a maneira como vinha servindo de chacota diariamente.

O DJ, que é natural do Rio Grande do Norte, admitiu ser o autor do personagem. Em depoimento, disse que a intenção da página era satirizar uma igreja evangélica, e que a foto da professora foi achada em uma pesquisa aleatória feita por um buscador.

Fonte:jornaldenoticias

Um comentário :

  1. hahahahahaa... nada ficara em oculto meu querido. Deus sabe todas as coisas e não brinque com Deus, pq assim como Ele é amor Ele é JUSTIÇA.

    ResponderExcluir