Bem vindo ao Blog do Pr. Dr. Gesiel de Souza Oliveira siga-me no Twitter: @PrGesiel_ e no Facebook: "Gesiel Oliveira" - Frases do Pr Gesiel Oliveira - "Fé é posse por antecipação na vida dos que confiam no Senhor" - "A lição mais difícil de ser aprendida na escola da vida é a tribulação, mas é ela que nos permite crescer." - "O bem feito a alguém é como bumerangue atirado ao vento." - "A falta de grana é o melhor professor de criatividade." - "Dois equívocos sem fundamento: achar que só porque uma coisa é nova, é necessariamente boa; ou só porque é antiga é ruim." - "Muitos querem evitar os medos de sua vida, quando na verdade estão evitando as vitórias." - "Há tribulações que nos trazem bênçãos assim como há bênçãos que nos trazem tribulações. Sede prudentes!" - "O único que não pode ser derrotado é aquele que nunca lutou." - "É melhor tentar e não conseguir, que desistir sem sequer tentar." - "Desejo é vontade, já sonho é alvo." - "Há momentos em que um segundo de silêncio diz mais que um dia de conversa." - "Você é hoje o que escolheu ser no passado, mas poderá ser amanhã o que escolheu ser a partir de hoje." - "Uma mentira repetida muitas vezes não se torna verdade, só a prolonga! Cedo ou tarde a verdade vem à tona." - "Antes verdadeiro e chato a mentiroso e popular. Se optar pelo segundo, uma hora a máscara cai!" - "Não é a política que faz o candidato virar ladrão, mas sim o seu voto que faz o ladrão virar político." - "A ingratidão não tem memória." - "Nosso Deus é o Deus do impossível, mas o possível é contigo." - "O difícil faça agora, o improvável vá à busca e o impossível tente!" - "Persistir é dar a oportunidade de uma possibilidade dar certo, mesmo sabendo que há chances de dar errado." - "O melhor sentido é aquele feito na releitura." - "Se você conhecesse a energia que tem, acreditaria mais na força que vem de dentro, que no medo que vem de fora. " - "Nem sempre quem te critica é o teu inimigo e nem sempre quem te elogia é teu amigo." - "Não deixe seu sonho ser menor que o seu medo. Prossiga, avance, corra sem medo em direção à sua vitória!" - "O segredo do vencedor é não se focar no medo e sim no alvo." - "Quem alimenta sua persistência, mata de fome seus medos." - "Não fixe a sua atenção nos gigantes dessa vida, senão teu medo suplanta a tua esperança." - "Segredo da felicidade: escolha fazer o que te deixa feliz e não só o que lhe traz dinheiro" - "O castelo da mentira tem bases de areia - Não chame de destino àquilo que você mesmo escolheu" - "As palavras têm o poder de encorajar ou abater as pessoas, edificar ou derrubar, deixar no comodismo ou elevar à vitória" - "Toda cicatriz tem uma história" - "O tempo reverte opiniões, esclarece o oculto e corrige injustiças."

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Apostila completa para o concurso da DPU - Defensoria Pública da União 2015

Informamos aos concurseiros que já dispomos da Apostila Completa em PDF para envio imediato por e-mail, desenvolvida item a item do edital para o cargo de Agente Administrativo (ensino médio) para o Concurso da Defensoria Pública da União, que tem 143 vagas, com salário de R$ 3.817,98. As inscrições iniciaram dia  22.04 e vão até o dia 11.05 com taxa de inscrição de R$ 70. As provas objetivas serão aplicadas no dia 21 de junho. As inscrições estão sendo feitas pelo site do CESPE/UNB que você pode acessar clicando aqui: 
A quem interessar a aquisição da apostila, chame por in box ou chame pelo whatsapp (96)981115715, para receber os dados para depósito bancário ou transferência. Valor do investimento R$100. Sem sombra de dúvida, a apostila mais completa. Após depósito e envio do comprovante de pagamento e e-mail, o envio é imediato.


quarta-feira, 25 de março de 2015

Geração Crtl+C , Crtl+V (Por Gesiel de Souza Oliveira)


Hoje ao comprar pão pela manhã na panificadora, dei uma nota de R$10 e minha compra custou apenas R$ 3,50. A moça do caixa teve de puxar uma calculadora para poder me repassar o troco de R$6,50. Voltei pra casa pensando nisso, pensando nesse nosso mundo moderno que trouxe consigo uma praticidade que faz o ser humano pensar cada vez menos, gastar cada vez menos energia por causa desse pragmatismo sedentário do mundo pós-moderno. Veja só que para aumentar o volume da TV não precisamos mais nos levantarmos e irmos até ela, há o controle remoto. Para evitar subir escadas, há escadas rolantes e elevadores. Para evitar gastarmos energia subindo os vidros do carro, há o controle eletrônico de travamento com subida de vidros automática. Nem mesmo vamos à esquina sem ter de dar a partida no carro ou moto. O pior de tudo, e como consequência desse excesso de facilidades, é o surgimento de uma nova geração que chamo de “geração Crtl+C , Crtl+V”, onde a criatividade, iniciativa e inovação estão sendo deixadas cada mais para trás. Vemos jornalistas, internautas e profissionais da comunicação que repassam notícias sem ao menos buscar suas fontes. Surgem factoides que se multiplicam, em tempo de banda larga e mentes estreitas, na velocidade de um medíocre compartilhamento, repasse ou republicação sem sequer terem o cuidado de saber a verdade. Vemos trabalhos escolares que se resumem a um simples comando “copiar+colar” de um site qualquer que sequer conhecemos a veracidade de suas fontes. Multiplicam-se jovens cada vez mais próximos de quem está longe e distantes de quem está perto, isolados e cada vez mais perdidos nas futilidades de seus mundos virtuais. Multiplicam-se pessoas que leem cada vez menos e gastam seus tempos com trivialidades e entretenimentos prescindíveis da mídia hodierna que empobrecem ainda mais o já limitado e tacanho mundo desses seres humanos. Como resultado temos adultos acríticos, alienados, apolíticos, manipuláveis e sem senso mínimo e parâmetros para se posicionar em relação a qualquer assunto que exija o mínimo de raciocínio. Pessoas que curtem e repassam uma imagem na internet em suas redes sociais (especialmente se for de gozação ou ironia, e que recebeu já pronta), mas se negam a ler qualquer texto ou artigo que tenha mais de quatro linhas. Esse é o dito mundo moderno que vivemos, onde a velocidade de transmissão de informações cresce na proporção inversa da capacidade de raciocínio da maioria da população. Enquanto continuarmos reproduzindo mentes que repetem, não conseguiremos multiplicar mentes que pensam e inovam. Absorver algo sem compreender suas reais motivações é mais fácil, por isso é alienante. Esse estímulo à reprodução e replicação acríticas tem sempre uma motivação, pois para todo manipulável há uma manipulador. O processo ensino-aprendizagem de um país que pretende crescer em educação, não deve estimular o ato de gravar, reproduzir e copiar, e sim de aplicar novos métodos, inovações, pois não se trata de ter “memória fotográfica” e sim de saber usar a lógica aplicável e criativa. Não se trata de repetição e sim de criatividade. O estudante ideal não é aquele que pensa que está aprendendo ao decorar, mas sim aquele que sabe como e onde aplicar o conteúdo aprendido, que sabe onde encontrar o conhecimento sempre que precisar, que sabe como buscar e encontrar soluções, e quando não houver respostas aparentes, sabe ter a iniciativa de buscar e criar novas soluções.

O chorume de malignidades da maior emissora brasileira (Por Gesiel de Souza Oliveira)


Ladeira abaixo vai o nível do conteúdo da televisão aberta brasileira, especialmente a maior emissora que tem tomado como padrão de difusão a contrariedade, ridicularização e insulto aos princípios que sempre regeram as famílias de bem, igreja, cristãos e a população em geral que repudia esse conteúdo. Essa emissora sempre usa como subterfúgio e justificativa a alegação de liberdade de expressão e preconceito contra todos que não aceitem o que de mais imoral é despejado diariamente goela abaixo pela TV em milhões de lares brasileiros no horário nobre. Não sou contra nenhum grupo, e também não sou contra a liberdade de expressão, bem como não sou contra quem concorde com a ideologia dessa emissora. Sou sim contra esse maniqueísmo ardilosamente arquitetado que põem qualquer pessoa que se oponha às suas mais insanas ideias e difusões comportamentais, como preconceituoso, homofóbico ou fundamentalista. Eu tenho a liberdade de discordar, de não aceitar, de criticar e de me posicionar contra tudo isso. Mas sempre que atacamos essa podridão, somos logo tachados de fundamentalistas. É insana a ideia que eles querem vender de que é natural ver duas senhoras idosas de 85 anos se acariciando e se beijando lascivamente em pleno horário nobre. Também é ilusório achar que basta desligar o televisor para resolver o problema, pois infelizmente milhões de crianças, adolescentes e jovens ficam expostos a esse deletério conteúdo pornográfico, maligno, imoral, pois muitos pais nesse horário estão trabalhando e deixam seus filhos em casa, milhões de famílias que nesse horário estão reunidas em praças, restaurantes e lugares públicos e ficam expostos a todo esse lixo moral, onde exista um televisor ligado. Lembrando que não estamos a julgar ninguém aqui, estamos apenas a alertar sobre o joio, sobre o evangelho adulterado falado em Mt 24. Não estamos neste mundo inertes, não concordo com a ideia de um cristão covarde que já tem na ponta da língua expressões do tipo: “não adianta fazer nada, é assim mesmo, isso deve acontecer para que venha o fim”. O próprio Apóstolo Paulo nos recomenda: "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2). Quero dizer que nada tenho contra qualquer grupo, ou contra quem concorda com essas perniciosidade e insanidades propaladas por essa emissora, mas não concordo com a ideia de que isso seja colocado goela abaixo dentro de nossos lares seja pela TV, internet, rádio, ou por qualquer outra mídia. Uma coisa é respeitar as diferenças, outra bem distinta é não aceitar imposições filosóficas, ideológicas e comportamentais distorcidas. Muitos lerão esse meu artigo e logo dirão que “estamos julgando os outros” e que devemos “amar o próximo como a nós mesmos”. Quanto a isso é preciso saber que Jesus Cristo perdoa sim, como perdoou a mulher adúltera, mas também é necessário saber que Ele disse à ela depois de perdoá-la: "vá e não peques mais!". Eis a diferença entre perdão real e incontinência pecaminosa. Eles querem falar do amor de Jesus mas não querem aceitar a verdade do seu evangelho, essa é realidade. Não conhecem nada de Bíblia e vem logo a vociferar frases genéricas e pinçadas de trechos isolados dela, para tentar justificar e passar a falsa ideia que este livro fundamenta essas práticas pecaminosas. Deus é amor, mas não esqueça que um dos seus nomes é “Tsekenu Yaveh”, que significa: “O Senhor é justiça”. Outros nos criticarão alegando que “dentro da nossa própria igreja há pessoas que cometem escândalos”, e isso é verdade, mas não podemos olhar e nos pautar pelos erros de seres humanos, pois eles são falhos e erros sempre haverão em qualquer agrupamento humano. Cabe identificá-los e corrigi-los. O que não podemos é orientar a nossa conduta pelo que há de pior, pelos erros e falhas dos outros, pois quem olha para o homem cai, mas quem segue olhando para Jesus prossegue firme. O lixo de programação desta emissora em suas novelas fazem aberta apologia à traição, prostituição, engano, trapaça, ódio, vingança, corrupção, aborto, drogas, homicídio doloso, etc, e querem nos fazer engolir esse chorume de indignidades com a capa de naturalidade, legalidade e garantia da liberdade de expressão e respeito às diferenças de pensamento e ideologia. Nunca! Acordem famílias de bem, acorda povo que sonha com um futuro melhor para a nossa nação, atentem para o alerta de Apocalipse 17. 4-5 que assim diz: “E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição; E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande BABILÔNIA, a mãe das prostituições e abominações da terra”. A Bíblia relata que o pecado desenfreado da Babilônia foi a causa de sua autodestruição. O aprendizado desformado da criança hoje gera homens desenfreados e sem limites amanhã. O bem por si só se multiplica, mas o mal por si só se autodestrói. Tudo tem um sentido nesse jogo televisivo, tudo tem uma finalidade elaborada por mentes maquiavélicas que arquitetam a derrocada dos alicerces da família cristã brasileira, pois atacam nossos filhos, atacam os que estão em formação comportamental, psicológica, moral, sexual e ideológica. Atacam o hoje visando destruir o nosso amanhã.

sábado, 21 de março de 2015

Curso de Capacitação ao Diaconato - Pr Gesiel de Souza Oliveira


Apostila 1:



Apostila 2:



Slides - Aula do Pr Gesiel Oliveira

 



terça-feira, 17 de março de 2015

Olhar, acreditar e voar (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)



Como a dor que os outros não compreendem
Como um olhar que ninguém entende

Eu sonhava ir mais longe, e mais alto voar
Sem mais poder me desvencilhar

O medo e as frustrações se encarregaram de me parar
E aos poucos fui me acomodando devagar

Mas as circunstâncias e intempéries da vida me agarraram
E sem contar com ninguém, me atormentaram

A angústia me tornou cada dia mais forte
Segui em frente sem mesmo temer a morte

Quando tive a oportunidade não a agarrei
Agora corro devagar, buscando o que pra trás deixei

Como pássaro na noite sem luar
Estou sentindo o vento me tocar

Quero mostrar que posso me libertar
Levantar a cabeça e poder voltar a voar

As correntes que me prendem aos medos das decepções
Não serão maiores que a força das minhas convicções

Só voa alto quem não tem medo de cair
Quero olhar, acreditar, abrir as asas e subir.

domingo, 8 de março de 2015

Homenagem ao dia internacional da mulher (Por Gesiel de Souza Oliveira)


Imagino Deus observando no Jardim
Olhando o homem, e quem sabe pensando assim:

“Do pó da terra fiz o homem viver
Mas uma obra ainda melhor ei de fazer

Farei uma obra perfeita chamada MULHER
Com mais amor, carinho e emoção no que fizer

Com uma certa aparência de fragilidade
Mas com vigor, determinação e coragem”

E da costela daquele bicho feio, mal feito e inacabado
Deus tirou sua obra prima e a colocou do seu lado

Mas há homens que falam, e há até quem acredite
Que Deus fez Adão primeiro, pra Eva não dar palpite

E desde de então nossa vida ficou mais bonita
Com a presença desta obra tão especial e distinta

Que atenta para a razão, mas que é pura emoção
Misto de sentimento, delicadeza e paixão

O homem se acha o tal, forte e independente,
Só até a sua mulher ficar um pouco doente.

O cara corre doido na casa
Parece barata tonta envenenada

Faz uma gororoba e diz que é comida pros parentes
Só então percebe como é tão dependente

Ele não sabe onde fica cada coisa,
E toda hora fica perturbando a sua esposa

Homem completo é aquele que encontrou quem o suporte
Porque sem a mulher não há homem que se diga forte

O homem pensa que é comandante e a mulher tripulante
Mal sabe que no fim das contas ela é o leme, e ele um reclamante

A obra de tão perfeita que ficou, chegou a sobrar
Elas falam tanto, mas só não caia no erro de bocejar

Na hora da saída ele joga qualquer pano e começa a reclamar
Mas a obra prima não sai sem cada detalhe observar

Nunca tire uma foto da obra prima sem esperar ela se arrumar
Porque certamente uma confusão você vai arranjar

Com respeito das brincadeiras quero nesta data lhe parabenizar
Porque o que seria do nosso mundo sem a mulher para nos suportar

Feliz dia internacional da mulher

sábado, 7 de março de 2015

E agora, o que fazer? (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)

Seu dia começa com um “bip” ininterrupto do celular ou despertador e com um cansaço que traz aquela indecisão: “durmo mais um pouquinho ou me levanto?”. Na verdade nem o dia anterior ainda terminou e o outro já começou antes que você pudesse compreender. Um ponto a mais no cinto, uma “clareira” que começa a ficar mais evidente da cabeça, as reentrâncias da calvície que ficam cada vez maiores, os cabelos brancos que se multiplicam, enfim não dá mais para deixar pra depois, estamos vendo a vida passar, e de uma forma tão cinzenta, tão insossa e tão repetitiva. São os planos e sonhos que seriam para amanhã e já se vão aí vários anos. É aquela viagem que vai perdendo vez para outras trivialidades que desnorteiam o nosso foco, a mudança na voz do filho que você nem sequer percebe. O sol nasce e se põe todos os dias, e nada muda. É sempre a mesma coisa: acorda, café, trajeto, trabalho, retorna, almoço, volta, trabalha, retorna, dorme e tudo novamente no outro dia. Se não houver iniciativa, a tendência é que o tempo vá se encarregando de afastar o nosso foco das coisas verdadeiramente importantes. O comodismo é a âncora do medo. Quando fugimos dos desafios, a rotina se encarrega de arrastar os nossos sonhos para longe. Não reclame dessa rotina, pois você em algum momento optou por estacionar nela, quando escolheu evitar os desafios, as dificuldades e os espinhos do caminho que conduziriam ao seu sonho. Quando o medo do desafio se torna maior que a iniciativa de enfrentá-lo, isso acaba reforçando o ciclo do comodismo que não nos permite avançarmos e sermos felizes. Muitos param por acharem que o conformismo é a melhor saída. Evitam batalhas, dores, choros, mas também evitam conquistas. Muitos não avançam porque vivem esperando o futuro para serem felizes, sem mudar a rota do presente, ancorados em medos do passado. É um engano ficarmos esperando que as coisas mudem sem que nossas atitudes mudem primeiro. Na vontade de alcançar o inalcançável sem esquecer do imprescindível, atendendo o dispensável e focado no improvável, prossiga. Nas nostálgicas sinfonias silogísticas da inenarrável miscelânea sensitiva do que deveria ter ficado atrelado ao pretérito e não ficou, siga. Mesmo em um misto de fatigante passado, irresoluto presente e impresumível futuro, avance!.

quarta-feira, 4 de março de 2015

O tempo não espera (Por Gesiel de Souza Oliveira)


video

Reclamamos e dizemos que nossa vida não muda, não melhora, que tudo o que desejamos não dá certo, esquecemos de onde viemos e para onde vamos. Queremos sempre mais e mais. Esquecemos de olhar para baixo, nessa escada longa que subimos. Estamos sempre olhando para cima. Acabamos esquecendo de quem segurou essa escada da nossa vida para que nós pudéssemos subir. Comemos, bebemos, trabalhamos, dormimos e permanecemos a reclamar sem sequer lembrar de quem nos deu a mão no momento em que mais precisávamos. Queremos sempre que as coisas mudem para melhor em nossas vidas, mas estamos indiferentes a quem realmente precisa e que sempre esteve perto de nós. Nossa ganância não nos permite mais sentir a dor, sentir a necessidade e as dificuldades dos que nos deram a mão lá no começo de tudo. Temos sempre uma justificativa pronta para retirar a culpa de nossas costas, para fechar os olhos para o que está patente à nossa frente, para nos omitirmos quando poderíamos agir. Esperamos que as coisas mudem, sem que nossas atitudes mudem. Perdemos muito tempo fazendo o dispensável e deixando pra depois o indispensável. Queremos, mas estancamos na vontade. Começamos e paramos constantemente, pois invertemos a ordem de prioridades. A ingratidão não tem memória. Quem costuma fazer o bem deve estar disposto a encarar a ingratidão, a falta de reconhecimento e o desprezo, sem perder a sua boa natureza. É interessante que a pessoa que sempre faz o bem, mesmo que sofra uma decepção, não mudará sua natureza, em estar sempre disposto a ajudar. Queremos que as mãos sempre estejam estendidas em nossa direção, mas nos negamos a estender a mão para quem precisa. Não somos capazes de lembrarmos do que comemos ontem, da data do aniversário do nosso filho, de nossos compromissos com a nossa família, de lembrar se aquela pessoa que nos ajudou tem algo para comer, beber ou vestir, mas nunca esquecemos de nenhum detalhe que envolva o nosso dinheiro, créditos, patrimônio, trabalho e outras trivialidades que nos desnorteiam de nossas metas e nos fazem perder a sensibilidade com o próximo. A crise de prioridades começa quando passamos a valorizar mais quem não nos valoriza e esquecer de quem sempre se importou conosco. A pior crise de prioridades é valorizar quem nos despreza e desprezar quem sempre nos valorizou. Ficamos parados e anestesiados pelo individualismo, pela falsa ideia que o nosso dinheiro nos proporciona. Deixamos de conversar, interagir, sentir, ver, experimentar, e por fim, de viver. Essa condição leva pra longe de nós um belíssimo sentimento: a empatia, que é aquela sensibilidade que nos permite nos imaginarmos, nos colocarmos no lugar de outra pessoa. Refiro-me à capacidade psicológica de sentir o que sentiria uma outra pessoa, caso estivéssemos na mesma situação vivenciada por ela. A ausência do cultivo desse sentimento nos torna mais insensíveis e vazios a cada dia. Para ao final chegarmos a conclusão de que poderíamos ter feito mais. Trocamos a ordem natural das coisas, supervalorizando o fútil e subvalorizando o imprescindível. Deixamos de participar da vida de quem sempre nos amou, seja por falta de tempo, seja por desorganização, seja pelo individualismo, seja pela ingratidão. E tudo de forma que nem percebemos a “inversão de valores”, a “crise de prioridades”, que nos trazem efeitos permanentes e irretroativos. O “estalo” acontece quando nos sobrevém os efeitos de tudo aquilo que plantamos. Normalmente esse “estalo” costuma acontecer tarde demais. Quando queremos aproveitar a vida que passou e não volta mais. Quando olhamos as fotos e percebemos o quanto perdemos dos bons momentos ao lado daquela pessoa. O quanto poderíamos ter feito mais por ela. Mas aí já será tarde demais para fazer o que deveria ter sido feito. Para aproveitar o que deveria ter sido aproveitado. Para viver o que deveria ter sido vivido. Enfim, a verdadeira essência de uma vida feliz e abençoada, reside em saber fazer o bem indistintamente, não nos esquecendo daqueles que nos estenderam a mão no momento em que mais precisamos. A vida é como uma roda gigante, horas estamos lá embaixo, horas estamos lá no alto. A alegria de fazer o bem é a única felicidade verdadeira. Valorize no tempo certo para que a vida não te obrigue a valorizar no tempo errado.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Aquele lugarzinho (Por Gesiel de Souza Oliveira)

Aquele lugarzinho longe da cidade

Muito verde, azul e simplicidade

O vento nas folhas, as lembranças e o silêncio
Fecho meus olhos e mergulho no tempo

Aquela árvore com meu nome riscada
Revive em mim uma alegria eternizada

No silêncio, olhos fechados, ouço risadas
De um tempo distante que em minha mente fez morada

O riacho, os amigos e a inocente diversão
Então volto à realidade e acordo desta nostálgica visão.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Governo brasileiro emite nota repudiando o assassinato de 21 "trabalhadores" pelo EI (Por Gesiel de Souza Oliveira)



21 cristãos sequestrados sendo conduzidos pelos terroristas

O Estado Islâmico desafia  o mundo promovendo uma  das maiores barbáries e show de horrores já registrada em vídeo (veja o vídeo AQUI), e ordena a decapitação de 21 cristão egípcios em uma praia da Líbia. Lembro também que há poucos dias houve uma comoção mundial quando terroristas do EI atacaram e mataram 12 funcionários do Jornal Satírico Charlie Hebdo na França, o que levou mais de 4 milhões de pessoas às ruas para protestar a favor da liberdade de expressão. Mas minha indignação é ver a forma como a noticia vem sendo tratada, minimizada e desvirtuada. O Estado Islâmico apresentou as cabeças decepadas de 21 cristãos, e o Itamaraty (órgão de representação diplomática do Brasil) emite nota repudiando o assassinato de 21 "trabalhadores" (veja a nota na íntegra AQUI). Notem a artimanha dos esquerdopatas da cúpula do governo para tirar o foco do assassinato terrorista de cristãos por radicais muçulmanos. Qual a razão de tentar desvirtuar o impacto da noticia verdadeira?. Não dá mais para fechar os olhos ou ignorar essa barbárie promovida por esses radicais. O Brasil precisa reconhecer que 21 cristãos (e não simplesmente trabalhadores) foram sequestrados, e que o ataque é direcionado contra a segunda maior religião do mundo. Lembremo-nos que ano passado a nossa presidente em discurso proferido na ONU defendeu a "solução pacifica e com diálogo com os terroristas do Estado Islâmico" (veja o vídeo AQUI). Só não indicou quem estaria disposto a dialogar com com esses sanguinários. Certamente o Brasil não apoiará a ofensiva militar dos EUA contra o EI anunciada recentemente. O Brasil onde a maior emissora de TV fez uma campanha de comoção nacional quando a Indonésia anunciou a pena de morte contra um traficante internacional brasileiro. Até a presidente chegou a pedir clemência direto ao governo da Indonésia pela vida do traficante. Mas sobre o assassinato dos 21 cristãos, a mesma emissora apresentou apenas uma nota rápida sem fazer uma cobertura mais detalhada sobre esse terrível fato.
21 cristãos coptas egípcios decapitados pelo EI na Líbia
Não vi nenhum pronunciamento da presidente manifestando sua indignação pelos cristãos mortos como mártires. No norte da África, oriente médio e na Asia, movimentos anticristãos matam, crucificam, queimam e decapitam
 cristãos todos os dias, e nunca vi o Brasil se posicionar diante dessas questões, e quando o fez esta semana, ainda o fez lamentando a morte de "trabalhadores". Espero que o Brasil tome uma posição. Mas sei que certamente um pais que se comove com a pena de morte de um traficante, e ignora a verdadeira guerra interna que mata e dizima os seus todos os dias, um pais que tem as penas mais brandas do mundo, que politizou a sua maior corte de justiça, que adotou a corrupção e a impunidade como regra, e a justiça como exceção, que não pune um marginal que rouba, estupra e mata por ter 17 anos, e onde a cúpula do governo está toda envolvida no maior escândalo de desvios de verbas públicas do mundo, certamente este governo não apoiaria o clamor dos cristãos que ecoam do mundo árabe. (Por Gesiel Oliveira)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A caminhada pela praia


Um homem caminhava pela praia, numa noite de lua cheia e pensava e reclamava da vida dizendo:

“Se tivesse um carro novo, seria feliz...“
“Se tivesse uma casa grande, seria feliz...
“Se tivesse um excelente emprego, seria feliz......
“Se tivesse uma parceira perfeita, seria feliz...
“se fosse respeitado, seria feliz....
“se fosse...

Nesse momento, tropeçou em uma pequena sacola cheia de pedras e começou jogá-las uma a uma no mar. E a cada pedra que jogava dizia: “Seria mais feliz se tivesse isso...". Assim fez até que restou apenas uma pedrinha, que decidiu guardar. Ao chegar em sua casa percebeu que aquela pedrinha era na verdade um diamante muito valioso.

Quantos diamantes jogamos ao mar sem parar para pensar? Muitas vezes nós também jogamos fora nossos mais preciosos tesouros, esperando o que acreditamos ser perfeito.

Se você ainda não pode ter o que sonha, dê valor e ame o que você tem!. É um erro ficar esperando que as coisas mudem sem que nossas atitudes mudarem primeiro. Não espere que só o tempo se encarregue de mudar a rota de sua vida. Muitos não avançam porque vivem esperando o futuro pra serem felizes, sem mudar a rota do presente, ancorados em medos, frustrações e amarguras do passado. Viva o hoje com a alegria deste momento, sem se preocupar com o que passou nem com o que virá, só assim você descobrirá o verdadeiro sentido da vida. Sonhe, busque,persista e vença! Avante!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Quando Deus te escolhe (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)


"Quando Deus te escolhe não serão as indiferenças, ataques, conluios ou omissões dolosas dos que te odeiam que impedirão as chuvas de bênçãos que Ele prometeu sobre sua vida. Ninguém pode derrubar o que Deus levantou, nem fechar o que Ele abriu, nem apagar o que Ele escreveu. Não espere sempre gratidão de quem você deu a mão, tenha sabedoria para entender que o reconhecimento é mais raro que a ingratidão. Quem costuma fazer o bem deve estar disposto a encarar a ingratidão, a falta de reconhecimento e o desprezo, sem perder a sua boa natureza. A lógica da ingratidão nos ensina que quanto mais você se importa menos será valorizado, mas é exatamente isso que te diferencia deles. A arrogância do incauto sempre o fará acreditar que está em vantagem até compreender que não é a ambição que o fará alcançar seu objetivo, mas é a sabedoria, respeito e paciência o caminho para se chegar até lá. Normalmente quem pensa muito, fala pouco e quem pensa pouco fala muito. Não falar no momento errado e calar no momento certo, é o que diferencia o sábio do imprudente. Não atormente o seu coração quando um incapacitado se julgar melhor que você, dê-lhe apenas a oportunidade de falar, de fazer, de passar na sua frente, para que a vida lhe ensine a ordem das coisas. Quem sobe pulando degraus, desce rolando. Tudo tem o seu tempo, tudo tem a sua vez, queimar etapas é não se permitir amadurecer. O tolo fala, pensa e sofre. O sábio pensa, fala e colhe". O que tiver de fazer, faça pra Deus, sem olhar as dificuldades, desconfianças, falta de reconhecimento ou indiferença. Deus está vendo! Ele não dormita, e como um professor durante a prova Ele fica calado, parado, observando, mas te avaliando. No momento certo Ele vai agir. Ninguém pode derrubar o que Deus levantou, nem fechar o que Ele abriu, nem apagar o que Ele escreveu. Maior é o que está ao teu lado que os que estão escondidos te atacando. Mesmo que teu brilho esteja encoberto por detrás de uma nuvem de opositores, marche adiante, chorando e marchando, olhando somente pro Alvo que é Jesus, que vai dissipando toda treva e revelando a Sua luz ao longo do teu caminho. Não firme sua convicção absoluta no homem, porque ele é falho e pode lhe decepcionar, deposite sua fé e confiança no Senhor. Há batalhas que só se vencem com silêncio, oração e paciência, e Deus, ao seu tempo, revelará o que tem guardado pra você". (Pr Gesiel Oliveira ).

Cada cicatriz tem uma história (Por Pr Gesiel Oliveira)


Sabe aquele momento da vida que nossos adversários conseguem nos espancar na parte que mais gostávamos da nossa vida? Esse momento inevitavelmente chega! E trás consigo o amargo gosto da decepção em descobrir que muitos dos que sempre estiveram do lado de lá, na verdade estavam ao nosso lado o tempo todo. É parecido com o desencanto de uma criança quando descobre que o trovão não é "Deus falando", que a gente não pode andar e correr em cima das nuvens ou que não existe papai noel. Sabe aquele tipo de descoberta da verdade crua que te machuca? É assim que nos sentimos nessas horas. Pela nossa cabeça corre os mais absurdos tipos de reações, você até planeja reagir fazendo o mal, até cair em si, e entender que isso não faz parte da sua natureza. E as lembranças vem como um martelo. Surgem tantos questionamentos, você acaba ficando mais experiente e cada vez menos inocente e mais insensível, e começa desconfiar de tudo e todos. É a típica reação de um cachorrinho acuado pela medo. Diante de tudo isso, olha para os lados e não vê ninguém, e antes de olhar pra frente, acabamos olhando primeiro para trás, pra tentar entender onde ou o que fizemos pra merecer isso? E aí está um dos grandes erros: tentar andar para a frente olhando para trás. Indubitavelmente nos perguntamos: realmente valeu a pena tudo isso que foi feito? as amizades que desfizemos agindo como para-choque? As brigas que compramos por uma confiança que foi "vendida"? Mas a vida tem dessas coisas, mais baixos que altos, mais cicatrizes que sorrisos, mais decepções que vitórias. Cada cicatriz tem uma história. O que foi feito fala mais alto que a omissão. Essa ferida de agora vai curar. O tempo, as experiências e decepções são os remédios que vão ajudar a fechá-la. Agora só o que nos resta é tentar levantar e prosseguir no caminho, sangrando, chorando e andando. Parecendo um soldado de guerra deixado pra trás. Mesmo que tenha que rastejar, não pare. Essa tempestade vai passar e o Sol vai se abrir e vai aquecer a frieza das dores do teu coração. Avante, Jesus te segura pela tua mão direita e te diz: Eu te ajudarei!.

A efemeridade da vida (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)


"Nossa vida é formada por um conjunto de momentos, alguns impossíveis de serem esquecidos, outros que nem sequer somos capazes de lembrar. A travessia por esse lapso que chamamos de vida, fica entre duas infinitas inexistências, o antes e o depois, dos quais nada podemos saber ou lembrar, por isso é importante valorizar o agora, que não a toa é chamado de "presente". Use esse presente que Deus tem te dado para florir ainda mais sua jornada nessa existência e fazê-la cada dia mais empolgante, não apenas existindo, mas dando vida a cada minuto dessa dádiva". (Pr Gesiel Oliveira)

Lição: o problema não é meu...


Um rato, olhando pelo buraco na parede, viu o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.

Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.

Ao descobrir que era ratoeira ficou aterrorizado.

Correu desesperado ao pátio da fazenda advertindo a todos os animais:

- Há ratoeira na casa, ratoeira na casa !!

A galinha respondeu:

- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato foi até o porco e gritou:

- Há ratoeira na casa, ratoeira !

- Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca e bradou:

- Há ratoeira na casa,

- O que ? Ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite, ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não percebeu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.

Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da História:

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na fazenda, todo mundo corre risco.

O problema de um é problema de todos!

Ajude a apagar a faísca para não ter de varrer as cinzas.

"Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a amar o próximo como a nós mesmos"

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

30 provas científicas da existência de Deus (Por Pr Dr Gesiel de Souza Oliveira)


Sou pastor evangélico e conclui três faculdades: Geografia , Direito e Teologia, duas delas em uma Universidade Federal (Direito e Geografia). Mergulhei no conhecimento das teorias e teses filosóficas, científicas e antropológicas ao longo desses quase 14 anos de estudo. Conheci os principais postulados e paradigmas científicos, e concluí que a ciência está engatinhando no que se refere as três grandes questões da humanidade: 1) quem somos, 2) de onde viemos e 3) para onde vamos. Para comprovar isso, e cientificamente comprovar aos incrédulos e céticos que Deus existe, resolvi relacionar alguns argumentos fáticos/científicos desse Criador, mesmo que Ele não esteja ao alcance da nossa tangibilidade humana. 


1. Tudo que existe em nosso mundo tem causa. 

2. Partindo dessa premissa, inferimos que o universo tem uma causa 

3. Nada no nosso espaço pode ser causa de si mesmo.

4. O universo não pode ser causa de si mesmo (portanto, a teoria do Big Bang cai por terra aqui).

5. Algo fora do universo o criou. 

6. Deus é a única coisa que está fora do universo. 

7. Deus causou o universo, e o próprio homem ainda não conseguiu sequer explicar a origem de si próprio (pois a ciência nunca encontrou o elo perdido entre os primeiros seres humanos e os primatas), comprovando que a teoria da Evolução de Charles Darwin é inconclusa e carregada de imprecisões não comprovadas pela própria ciência. O homem também não conseguiu até hoje explicar o que são os "buracos negros", nem o que é a “matéria escura” que compõe 23% e a “energia escura” que compõem 73% do que se pode ver com o alcance dos telescópios e que compõem o universo, nem qual a sua estrutura, massa exata e forma. 

8. Deus existe, pois o homem tentando compreender o incompreensível complexidade da criação, criou a teoria do "big bang", e não a conseguiu explicar satisfatoriamente. Os frágeis e parcos argumentos dizem que houve uma grande explosão de um átomo primordial infinitesimal que teria originado tudo aquilo que compõe o universo atual de forma involuntária. Mas em todo processo físico/científico há uma sequência de causa e efeitos de estados. Um estado precedente é uma causa para outro estado que é seu efeito. E nesta teoria não há sequer uma lei física que sustente quais seriam essas causas e efeitos. 

9. Sempre que existem coisas que se combinam de forma coerente apenas por causa de um propósito ou função (por exemplo, todas as complicadas partes de um relógio que lhe permitem marcar o tempo), sabemos que houve um projetista, alguém que projetou com a função predeterminada e planejada em mente; são coisas improváveis demais para terem surgido por processos físicos aleatórios ou por obra do acaso (pois um furacão soprando através de uma loja de peças não conseguiria montar um relógio, assim como a explosão do Big Bang não poderia aleatoriamente criar formas complexas). 

10. Os órgãos complexos dos seres vivos não existem e funcionam de forma aleatória, como o olho, o cérebro e o coração, mas se mantêm coesos apenas por terem uma função organizada e predeterminada (o olho tem a córnea, lente, retina, e assim por diante, que se encontram no mesmo órgão apenas porque em conjunto possibilitam que o animal veja). 

11. Esses órgãos precisam ter um projetista que os desenhou e os planejou com sua função em mente: assim como um relógio implica um relojoeiro, o órgãos complexos do ser humano implicam um perfeito criador.

12. Essas coisas não tiveram um projetista humano, limitado ao uso de somente 10% da capacidade de seu cérebro (como são os seres humanos). Há uma limitação mental imposta pelo seu criador, pois não podemos usar toda a capacidade dos outros 90% do nosso cérebro, e isso não foi feito de forma aleatória e involuntária como querem acreditar os céticos. 

13. Portanto, essas coisas devem ter tido um projetista não humano, e que está cima do homem. 

14. Deus é o projetista não humano da complexidade do Universo. 

15. Deus existe. A Lua está a 384 mil Km da terra, e se estivesse na metade dessa distancia o efeito gravitacional faria com que as marés inundassem e cobrissem o Planeta Terra duas vezes por dia. A distância, clima, rotação da terra e temperatura não estão em equilíbrio por obra do acaso. A Distância da Terra, que é o 3º. Planeta em relação ao Sol, não está ali por acaso, pois estivesse mais próxima estaríamos torrados (mercúrio), e se estivéssemos mais longe (plutão) estaríamos congelados. Veja o diâmetro da Terra (12.742 km), se fosse do Tamanho de Júpiter, você morreria esmagado pelo empuxo da força gravitacional sobre o teu corpo. Dificilmente haveria vida na Terra. Deus criou e estabeleceu as normas e leis da natureza. Se a Terra tivesse a metade do seu atual tamanho, você teria 1/10 do seu atual peso, e daria um salto aqui, e cairia a 20 metros de distância, pois a força do empuxo gravitacional seria muito baixa em relação ao seu peso. Você acha que isso é obra do acaso ou do aleatório?

16. O Big Bang, de acordo com a melhor opinião científica de nossos dias, foi o início do universo físico, incluindo não apenas matéria e energia, mas o espaço, o tempo e as leis da física. Mas até hoje o homem não consegue nem mesmo contar com exatidão o tempo em que ele vive. Há muitos fatores que dificultam esse processo. O ano solar no nosso calendário gregoriano tem aproximadamente 365,25 dias, ou seja, 365 dias e 6 horas. Mas na verdade, pelo relógio atômico, o ano tem uma duração exata de 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 48 segundos. Por isso ao final de todo anos bissexto acrescenta-se um dia a mais em fevereiro, dia 29. Mas o excedente, ou seja os 48 minutos e 48 segundos se perdem, e provocam um desajuste na contagem do tempo ao longo dos milênios. Essa imprecisão aliada a outros fatores históricos como a data no nascimento de Cristo, (ele teria nascido no ano 4 a.C., conforme dados arqueológicos) fato que piora a contagem. Além disso no Concílio de Trento, em 1545, foi dada autorização para que a reforma no calendário fosse feita, e após anos de cálculos e discussões, o papa Gregório XIII ordenou que o dia 4 de outubro de 1582 fosse o último do calendário juliano. O dia seguinte seria uma sexta-feira, 15 de outubro, ou seja, 11 dias foram omitidos em apenas algumas horas. Esse erro nunca foi corrigido. Temos outros fatores que dificultam a contagem exata do tempo. Estima-se que a duração do dia solar médio aumenta atualmente cerca de 0,0005 segundo por século, tendo como causa principal a diminuição da rotação da Terra, causada pela transferência da rotação da Terra, via marés, ao movimento orbital da Lua. Consequentemente, a Lua afasta-se da Terra cerca de quatro centímetros por ano, interferindo na contagem do tempo. O efeito cumulativo de tudo isso provoca a imprecisão em saber que dia é hoje. O hoje no calendário é apenas uma data referencial e não precisa. Pois o homem sequer consegue contar o tempo. Pois na verdade estaríamos adiantados na contagem de anos em pelo menos 3 anos e 11 dias, ou seja, estaríamos na verdade no ano de 2018. Deus criou o tempo e o espaço, e o homem não consegue sequer mensurá-lo.

17. Pela teoria do Big Bang o universo veio a existir do nada. E o nada não pode ser causa ao tudo. 

18. Algo fora do universo, inclusive de fora das leis físicas, e da ciência conhecida, deve ter trazido o universo para a existência. 

19. Somente Deus poderia existir fora do universo e criá-lo.

20. Deus fez o universo existir e funcionar como o conhecemos. 

21. Em boa parte das vezes as pessoas oram a Deus pedindo graças e curas, e contrariando enormes chances, os pedidos são atendidos (por exemplo, um pai que ora a Deus pela vida de um filho moribundo, e a criança se recupera em situações que pela medicina do homem já não teria mais recursos).

22. As chances de o evento benéfico acontecer são enormemente grandes, sempre que existe um elemento importante: A FÉ. 

23. As chances de a prece ser seguida pela recuperação por puro acaso, coincidência ou mudança natural/reversível do quadro clínico, são extremamente pequenas, mas contrariando tudo, isso continua a acontecer com mais frequência do que imaginamos, quando há o elemento FÉ. 

24. A prece só pode ter sido atendida pela recuperação, se houver um ser que tem o controle da vida e do nosso destino, ele existe: Deus 

25. Todas as culturas em todas as épocas tem tido crenças na existência de um Deus. 

26. Quando povos, largamente separados por tempo, espaço e culturas, possuem crenças semelhantes em um Ser, a melhor explicação é que essas crenças sejam verdade, pois não se admite que tantos acreditem, e que tenham tido experiências pessoais, e tudo isso seja tido simplesmente por inverdade. 

27. A melhor explicação para o porquê de cada cultura ter crenças teístas é que essas crenças são verdade.

28. Estamos em constante movimento. Nosso planeta realiza vários movimentos: a)Rotação: cerca de 1.666 Km/h, b)Translação: 108.000 Km/h, c) Precessão de equinócios: é um movimento para trás em relação ao avanço do ponto vernal do equador celeste, tomando-se como referência o ciclo anual do sol. É o movimento de deslocamento do eixo da Terra, e ocorre a cada 18 anos. Nutação: é uma pequena oscilação periódica do eixo de rotação da Terra com um ciclo de 18,6 anos. d)Revolução: volta completa ao redor da via-láctea ( que tem cerca de 200 milhões de anos de diâmetro) a uma velocidade em relação à nossa galáxia de cerca de 300.000 Km/h. Tudo está em constante movimento à sua volta. Não estamos parados no universo como parece ser, mas estamos a uma velocidade altíssima sem que sequer percebamos, e isso não acontece por obra do acaso. Deus está no controle e foi o criador de todo essa complexidade que compõe o universo. Deus permitiu ao homem que fossem reveladas algumas parte das leis e forças que movimentam o universo visível. Tudo foi criado por Sua ação. É Deus quem está no controle do Universo!

29. Você é composto por 206 ossos, 630 músculos, 1200 nervos, 100 trilhões de células no teu corpo, e mesmo quando você está parado, seu cérebro está se movimentando. Há cerca de 100 bilhões de neurônios fazendo cerca de 120 trilhões de sinapses (estímulo elétrico nervosos feito por meio de mediadores físico-químicos chamados de neurotransmissores) e isso certamente não foi obra do acaso, do improvável ou do aleatório. O homem sequer conseguiu desvendar a sua composição, tamanha a complexidade da máquina humana feita por Deus. Há um criador maior. O homem é apenas criatura.

30. O homem ainda não conseguiu entender ou controlar a multiplicação de vários microrganismo, bactérias, fungos e vírus, que continuam dizimando parte da humanidade, por não compreender a complexidade provocadas pelas alterações que eles promovem no metabolismo celular. Em suma, a arrogância da criação muitas vezes quer enfrentar seu Criador. O homem pensa que sabe tudo, que pode contestar até a existência de seu Criador, quando na verdade ainda engatinha diante da compreensão da complexidade da criação de Deus. Depois de ler esses 30 argumentos, tenho certeza que você compreenderá porque, estudando a própria ciência, eu me convenci ainda mais de que Deus existe.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

O desafio do recomeço (Pr Gesiel de Souza Oliveira)


O pior tipo de solidão é aquela que sofremos em meio à multidão. Quão bom seria se pudéssemos tirar esse fardo pesado de nossas costas e deixá-la guardada em um canto como uma mochila. Mas diferentemente, ela nos acompanha pra onde quer que vamos, e se nada for feito para recomeçar, ela vai tomando corpo com a saudade e as lembranças, cada vez mais, dia após dia, até nos dominar por completo. Daí a importância de a tiramos do nosso foco. Se você não desviar o seu foco da solidão, logo, logo, vai entrar pela porta da frente de sua vida a companheira inseparável dela: a depressão. Uma doença invisível mas que tem consequências terríveis e tem ceifado muitas vidas neste século. Não espere que só o tempo se encarregue de mudar a rota de sua vida. Muitos não avançam porque vivem esperando o futuro pra serem felizes, sem mudar a rota do presente, ancorados em medos, frustrações e amarguras do passado. Solte as âncoras do navio da tua vida que te prendem às pedras do passado. Navegue rumo a novos mares e desafios. Saia da cama da depressão e vá viver a vida lá fora. O recomeço, o reerguer a cabeça, o prosseguir, o raiar de um novo dia, é que devem guiar nossos caminhos a partir de agora. A vida segue daqui pra frente, e sem olhar para trás prossiga. O tempo não cura tudo, aliás o tempo não cura as feridas da almas, apenas desvia os problemas e maus momentos do foco das nossas atenções. Contudo, é a solidão o melhor remédio que nos ensina a valorizar, respeitar e aproveitar. Solidão não significa estar só, mas estar em meio a uma multidão e sentir a falta de uma só pessoa. E ela só aperta quando percebemos que o que era rotina virou lembrança. Solidão não tem a ver necessariamente com ausência física, mas com ausência e vazio sentimental, espiritual, fraternal e afetivo. A tristeza é outro elemento que vem junto com a solidão e que nos ajuda a externar o que sentimos, mas que não pode tomar conta de nós, porque quando isso acontece ela paralisa nossos projetos, sonhos e por fim, nossa vida. A tristeza é regada pelas lágrimas. Cada lágrima carrega em si um pouco de saudade, amor, alegria, tristeza ou seja lá qual for a motivação, sei de um coisa, ela sempre representa um sentimento que preenche nossa vida e nossos corações e transborda pelo olhos. A lágrima lava nossa alma, mas também faz cessar a poeira do passado por nos ajudar a externar e colocar pra fora a dor que nasceu na alma. Mas o que nos motiva a prosseguir, é a certeza da fé e esperança que devem continuar vivas em nossos corações. É um engano ficarmos esperando que as coisas mudem sem que nossas atitudes mudem primeiro. Doenças de natureza espiritual não se curam no plano material com uma pílula ou remédio, curam-se com o renascer da vida, no recomeçar, curam-se no amor e com a ajuda de parentes e amigos, que estão ao nosso lado nos desertos da vida. E o principal desses amigos, e que certamente estará contigo nos altos e baixos de sua caminhada, é Jesus. Ele não te abandona e estará contigo nesse recomeço. Por mais escura que a noite seja, ela nunca impedirá o raiar de um novo dia.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Lembranças de Serra do Navio (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)

Morei em Serra do Navio, e resolvi fazer essa homenagem a essa inesquecível vila. Quem morou ou teve algum contato com esse lugar saberá o que representam essas lembranças. Quero compartilhar com vocês em primeira mão minha mais nova poesia:

No meio do nada ela surgiu
Encravada nas montanhas, a vila de Serra do Navio

Do rico solo, a abundância do manganês
A ICOMI chegou e mudou tudo de vez

Aquela sempre lotada e movimentada estação
Colonos, operários, comerciantes todos no mesmo vagão

Tenho a lembrança de viajar no trem da madrugada
No ritmo invariável dos sons dos trilhos da noite gelada

Da janela do trem a neblina esfria o rosto
Belas paisagens e a diversão de bom gosto

A beleza das imensas pontes sobre os rios
Quando passávamos por cima sentia calafrios

O trem avança cortando a floresta amazônica
Até chegar naquela vila com cara anglo-saxônica

Eu não faltava ao baile das flores e festa da mina
Depois do banho no rio cachaço, voltava correndo pra piscina

E o anoitecer era aquele encanto com aquela neblina
Íamos pra praça com os amigos pra ver as meninas

Ninguém ia além dos limites das colinas
As patrulhas da segurança da ICOMI impunham disciplina

Era um menino pobre da vila primária
Não podia sair dos limites da circunscrição operária

Meu sonho era morar na vila do Staff lá em cima.
Sonhava tomando banho naquela piscina

Corre tempo, corre trem, corre lembrança
A pedra do manganês continua lá como símbolo da esperança





















terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Apostila para o concurso do Banco do Brasil apenas R$30


A melhor e mais completa apostila para o concurso do Banco do Brasil. Conforme o edital 02/2014 item a item. Não perca tempo e adquira a melhor apostila digital em PDF aqui pelo menor investimento, apenas R$30. Chame pelo whatsapp (96)981115715 para receber os dados bancários para depósito. Envio por e-mail imediato após a comprovação de depósito ou transferência. Prof. Gesiel Oliveira.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Opinião (Por Gesiel de Souza Oliveira)

Sem dúvida nenhuma houve um abuso da liberdade de expressão que motivou toda essa reação desproporcional. O fato de condenarmos estes brutais assassinatos não significa que devamos justificar a ideologia de uma liberdade de expressão irresponsável. Desde já quero dizer que nada justifica tamanha atrocidade por parte de extremistas islâmicos. Mas creio que em qualquer lugar onde não existam limites, pesos e contrapesos, haverão sempre consequências previsíveis. Compreendam, não estou defendo a atitude covarde de extremistas, estou falando de liberdade de expressão com compreensão das diferenças. Os muçulmanos exigiram respeito não só a religião deles, mas também às demais. Os franceses do editorial de humor negro ignoraram as ameaças e foram executados. Numa das charges, Maomé aparece representado como um ator de filme pornô. Na outra, está "de quatro". Em outra charge, beija outro homem na boca. Numa delas, o cartunista diz que "o Alcorão é uma merd*", dentre tantas inúmeras charges irresponsáveis do pior humor negro possível.


Nada justifica as mortes dos chargistas e dos policiais, mas eles certamente cavaram a própria sepultura, e ainda levaram outros inocentes com eles, como os policiais pais de família que resistiram ao atentado. Acho que qualquer liberdade deve ter limites, caso contrário entraríamos no libertino mundo do anarquismo caótico. Quando há algum abuso quanto à liberdade de locomoção, temos a sua contenção em forma de prisão. Da mesma forma se houver abuso de qualquer outra forma de liberdade, há sempre uma medida coercitiva para impor limites. E por que seria diferente quanto à liberdade de expressão? Entendam, não estou me referindo à liberdade de expressão ou imprensa em sua forma comum, usual ou natural, estou me referindo à sua forma imoral, desrespeitosa, injuriosa, irrestrita, incontida e ilegal. É essa perniciosa forma da liberdade de expressão que estou criticando. Não a sua forma com o fim de criticar, protestar e promover a indignação de parcelas da sociedade, mas aquela feita para insultar e provocar de forma nefasta e sem ética ataques de forma gratuita e desmotivada. Algo feito sem proveito cultural, moral ou educacional, mas que tem um objetivo sempre comum: VENDER. Mesmo que pra isso tenha de passar por cima do último reduto de respeito que ainda nos resta: o nosso sentimento religioso. 

Há inclusive limitações na nossa Constituição contra esses excessos. A previsão dessas limitações não deve ser causa de repulsas, como propagam alguns “defensores da absoluta liberdade de expressão”, ao menos, por duas razões: (1) não existe direito absoluto no ordenamento jurídico; (2) as referidas limitações dirigem-se ao abuso, e não ao exercício regular dessa liberdade de expressão. Leia o art. 5°, IV da CF e você verá que há sim limites à liberdade de expressão no Brasil. Caso contrario não teríamos o dano moral, a calúnia, injúria, difamação, a garantia contra a quebra do sigilo funcional, eclesiástico, segredo de justiça, etc. O caso em tela nos reporta à questão do desrespeito ilimitado e dolosamente direcionado de uma parcela da imprensa que não compreende seus limites. Coisa feita pra noticiar e chamar a atenção a qualquer custo. Na maioria das vezes estão mais interessados em apenas vender mais exemplares ou obter índices de audiência mais elevados. 

No nosso País o artigo 208 do Código Penal estabelece pena de multa ou detenção de até um ano para quem, por exemplo, “escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa”. O intuito é garantir o respeito, a tolerância e as liberdades individuais e religiosas. A questão é que muitos "jornalecos" produzem matérias, charges e fotos exclusivamente pra vender e não é de hoje que o Charlie Hebdo vem sendo severamente criticado por seu humor negro, imoral, ilegal e em certos casos até irracional. O fato é que essa tragédia era previsível e poderia ter sido evitada se houvesse o mínimo de respeito à religião do próximo. Deu no que deu. (Por Gesiel Oliveira).

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Ceder para avançar (Pr Gesiel Oliveira)


Em uma relação que pretende perdurar, não se deve buscar ou alcançar quem tem a absoluta razão, não se trata de encontrar quem está certo e errado. O casal só vence junto quando ambos tem a consciência de ceder quando se deve e de avançar quando se pode. Pior coisa na vida do casal é ficar nesse jogo intransigente de "não dar o braço a torcer", porque nesse jogo ninguém ganha, pelo contrário, ambos perdem. Não deseje para o seu relacionamento a irreal felicidade e perfeição dos "contos de fadas", porque na vida a dois não existem fórmulas matemáticas exatas para dar certo. O que existe é um jogo de arranjos e reajustes constantes, de acertos e erros, que servem transformar imperfeições em melhoramentos, e para aparar as arestas da intransigência e semear a fidelidade, confiança e respeito. Casais felizes não são os que não tem problemas, mas sim aqueles que transformam seus problemas em soluções. E por fim: dialogue, dialogue bastante, pois quando o diálogo acaba, o próximo a acabar é o relacionamento.

A sentido da felicidade (Por Pr Gesiel Oliveira)


O que é ser feliz? Para alguns felicidade é ter uma casa grande e valorizada. Para outros é ter um carro do ano na garagem ou um bom emprego. Para outros ainda é ter fama, dinheiro e prestígio. Mas nenhum desses conceitos se aproximam da verdadeira essência dessa palavra. Porque ser rico não está relacionado com o quanto você tem, mas sim com o quanto você pode dar. Não tem a ver com o quanto você pode acumular, mas como pode compartilhar. Não tem a ver com o quanto você pode ter, mas sim com o seu ser. Feliz é aquele que compreende que a essência da vida feliz está nos pequenos detalhes, invisíveis à maioria. É pequeno quem acredita que a maior grandeza da vida está no que se pode ver, comprar ou tocar. Não viva para mostrar aos outros o que você tem, mas viva para ser feliz com o que você é, fazendo o que gosta, vivendo o que pode, mesmo que isso não agrade a todos, mesmo que não traga a felicidade mercantilista do mundo moderno, mesmo que muitos duvidem dos seus ideais, continue seguindo e seja feliz ao seu jeito.

A dor da ausência (Por Pr Gesiel Oliveira)


Você se foi sem sequer se despedir
Meu coração partiu quando a tua ausência senti

Meu coração em pedaços ficou
Ao compreender que tu para nossa casa nunca mais voltou

É indescritível a sensação desse vazio que me consome a vida
Dessa ausência que não mais vai ser preenchida

Ainda ouço a tua voz quando chego lá em casa
No silêncio da dor, ainda ouço a tua risada

De longe te hei de amar da tranquila distância
Em que o amor é saudade e a ausência, constância.

Se pela força da distância, você se ausenta.
Pela força do amor, sinto tua constante presença.

Ausência física, ausência da voz e das risadas naquela mesa
Saudades do teu sorriso que ficarão nas lembranças da tua natureza

No meu choro incontido, as minhas lágrimas vertem
Da saudade que fica naqueles que te perdem

Ainda não consigo compreender essa separação,
Nada há que conforte a dor do meu coração

Mas creio que assim como o Sol voltará a brilhar
Os pássaros voltarão a cantar

As flores voltarão a florir
As minhas lágrimas aos poucos cessarão de fluir

A minha dor aos poucos vai se esvair
E a minha alma aos poucos vai se reconstruir

Mas agora é hora de recomeçar, de refazer e de continuar
Por mais escura que seja a noite, ela nunca impedirá um novo dia raiar

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

A vida gira (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)

Não perca a sua paz porque alguém está falando mal de você. Esqueça quem te apedreja e avance rumo a sua meta. O mal arrogado contra o outro é como bumerangue atirado ao vento, vai com uma velocidade e volta com o dobro dela, contra quem o arremessou. Quando os nossos males forem velhos, os de quem nos perseguem serão novos, é o giro da vida. É impressionante ver a vida ensinando aqueles que sempre nos perseguiram. A injustiça que hoje é praticada contra nós, amanhã será praticada contra quem a provocou e contra quem se omitiu. A vida gira como uma roda gigante, hoje você está embaixo, e daqui a pouco vai estar lá em cima. O mal por si só se consome e quem semeia discórdia ceifa solidão, quem planta maldade colhe ruína e quem fala dos outros pra nós, vai falar de nós para os outros. Cuidado com aquela pessoa que sempre te diz: “estão falando mal de você!”, pois a verdade sempre triunfa sobre a mentira e a falsidade, é só esperar, que o tempo se encarrega de revelá-la. Uma mentira repetida muitas vezes não se torna verdade, só a prolonga, cedo ou tarde a verdade vem à tona. A vida gira, as palavras vão e voltam, por isso devemos tomar cuidado ao falar demais, para não deixarmos para nos lembrar de tudo o que no impulso dissemos, quando precisarmos de alguém que achávamos que nunca precisaríamos. Falar imprudentemente, é sofrer consequências que você não pode prever. Por isso vale a dica: pensar e depois falar é sempre melhor que falar e depois pensar. Deus nos deu dois ouvidos e uma boca, num claro sinal que devemos ouvir mais que falar, e quando resolvermos falar, cuidemos para que nossas palavras sejam mais proveitosas que o nosso silêncio.

Casais "perfeitos" (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)

Casais perfeitos são aqueles que não brigam, que não discutem, são aqueles que sempre aparentam estar bem, são aqueles que não tem ciúmes um do outro, que não se importam com o horário de saída e chegada de cada um, que tem um relacionamento aberto, que leva café na cama só pra tirar uma foto e postar no Facebook, casais perfeitos são aqueles dos filmes, do amor perfeito. Casal perfeito é formado por um homem perfeito e uma mulher perfeita. E você sabe onde isso existe? Só no imaginário de quem não conhece como funciona a vida. Não existe perfeição, o que existe é uma constante busca pelo aperfeiçoamento, pela compreensão das limitações do seu cônjuge. O que existe mesmo, são pessoas imperfeitas buscando melhorar, aparando as arestas. O que existem são homens que mesmo que não levem café na cama pra suas mulheres, são capazes de fazê-las felizes de diversas outras formas. Mesmo que não haja o romantismo dos filmes de Hollywood, nem a beleza de seus galãs, mas são homens capazes de dizer "te amo" de uma maneira tão especial que fazem o dia chuvoso delas se transformar em ensolarado. Casais imperfeitos são aqueles que além de namorados, são amigos, pois brincam, sorriem, choram, brigam, acertam e erram, mas acima de tudo, superam juntos, porque se amam de um jeito que nenhuma pessoa do mundo consegue duvidar. Amor não é ausência de discussões ou ciúmes, mas presença de perdão, compreensão e ajuda mútua nos melhores e piores momentos da vida. Amor é ter uma mão para segurar seja no deserto árido das dificuldades, seja nos pastos verdejantes da fartura. O amor não se resume só a beijos, carinhos, aparências e presentes. Amor é cuidado, amor é compreensão, amor também é amizade. Quem não compreende a profundeza dos pequenos momentos e detalhes da vida, nunca compreenderá a dimensão do verdadeiro, real e melhor amor.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Mensagem de ano novo: o poder do perdão.

Nesse momento de desejos e congratulações, pensei em escrever sobre algo que trouxesse alegria verdadeira a todos. Pensei em falar sobre algo que pudesse esvaziar nosso coração de situações que nos atormentam. Resolvi então escrever, nesses últimos momentos de 2014, sobre algo que vem tirando a paz de muita gente, e que estão em lado antagônicos: o ódio e o perdão. Não é fácil enfrentar a maldade com bondade, a falsidade com sinceridade, a maledicência com benção, a desonestidade com equidade, a parcialidade com imparcialidade, o engodo com a veracidade, o conluio com a hombridade, a má fé com a fidedignidade, o mal com o bem, a pedrada com o perdão. Mas muitas vezes isso é necessário para que possamos afastar todo o impedimento e obstáculo do caminho da nossa felicidade plena. O mal é como um bumerangue que a vida nos apresenta, ou seja, quanto maior a força aplicada contra nossos inimigos, maior a velocidade que ele se voltará contra nós. Por isso ao invés de amaldiçoar, abençoe. Ao invés de desejar o mal a quem te magoou, ore por ele. A vida nos mostra que a ingratidão não tem memória, e o ódio é como um veneno que preparamos para o outro beber, mas que acabamos tomando primeiro, porque se o guardarmos dentro do nosso coração ele nos consome de dentro para fora, até dominar toda nossa vida e nos destruir. Por isso, libere-se desse fardo desnecessário e perdoe! Porque a vingança satisfaz um momento e o perdão satisfaz uma vida. Não sei ao certo se a maior barreira está em estender a mão e pedir perdão ou dar um abraço perdoando. Mas sei que essa barreira não pode ser maior que a sua vontade de ser plenamente feliz. Enfim, a verdadeira essência de uma vida feliz reside em saber fazer o bem indistintamente, porque o bem é como borboleta que vai, mas sempre volta de onde saiu. Não nos esqueçamos daqueles que nos estenderam a mão nos momentos em que mais precisamos. Valorizar quem não te dá valor e desvalorizar quem te valoriza é uma das piores crises de prioridades, por isso valorize a humildes verdadeira de parentes e amigos mais chegados. A maior crise de prioridades está em valorizar que não nos valoriza e desvalorizar quem nos valoriza. Não permitamos que a maldade alheia altere a sua boa natureza. A alegria de fazer o bem indistintamente é um excelente combustível para uma vida feliz, e portanto deve ser buscada. Não deixe que uma pequena falha do próximo se perpetue em forma de ódio petrificado no seu coração. A pior forma de resolver algo que nos machucou é pagando na mesma moeda, porque nessa troca ninguém ganha, todos perdem. Libere-se de todo ódio, esvazie seu coração do rancor, pois você só terá felicidade depois que transpor a muralha do perdão. Que esse novo ano seja repleto de vida plena, conquistas, paz, amor, felicidade, saúde, e esperança em dias melhores. É o que desejo para você e sua família. Que Deus vos abençoe, e Feliz 2015. Pr Gesiel de Souza Oliveira e família.