terça-feira, 19 de junho de 2018

1ª AGC da CADB e 107 anos da Assembleia de Deus: marco de um novo tempo de avivamento.


A CADB encerrou sua 1ª AGC - Assembleia Geral Convencional - ontem (18) em uma linda programação no Centro de convenções centenário, que esteve super lotado. O que se viu ao longo de toda a programação que se estendeu de 16 a 18, foi um clima de paz, fraternidade e desejo de fazer a obra.

Encenação da chegada de Daniel Berg e Gunnar Vingren parou o centro de Belém no dia 16/06

As plenárias convencionais aconteceram no Templo Central e os cultos a noite no Centro de convenções centenário. O evento impressionou pelo nível de organização, sincronismo das equipes, respeito aos horários estabelecidos na programação e objetividade. Os anfitriões desta magnífica festa, Pr Samuel Câmara e sua esposa Prª Rebecka Câmara, conduziram uma programação recheada de novidades ao longo destes três dias impactantes na vida de todos que tiveram a oportunidade de viver esses momentos inesquecíveis.


Um desses momentos foi a encenação da chegada de Daniel Berg e Gunnar Vingren na manhã do dia 16 (sábado) onde o centro de Belém  parou para assistir essa magnífica reconstituição que envolveu dezenas de figurantes, vestidos a caráter com as indumentárias da época. A noite de encerramento no dia 18, contou com apresentação de encenações, coreografias, entrada de bandeiras, banda de música e cânticos, além de um número recorde de convencionais de todo o Brasil. Ao final do culto aconteceu também a posse do Conselho Geral de Presidentes da CADB (equivalente a mesa diretora convencional) e das Missões (como são chamados os departamentos e comissões nessa nova estrutura da CADB). Veja a lista completa da composição da CADB.











sábado, 16 de junho de 2018

Reconstituição da chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar parou o centro de Belém


Uma atmosfera de 1910 tomou conta das ruas de Belém na manhã deste sábado (16). Como parte das festividades alusivas aos 107 anos da Assembleia de Deus no Brasil, hoje aconteceu ao lado das Docas do Pará, onde fica a famosa "escadinha" a reconstituição da chegada dos missionários suécos Daniel Berg e Gunnar Vingren, que chegaram a Belém no dia 19 de novembro de 1910.







A história:
Chegaram a bordo do navio Clement, vindo de Nova York, e aportaram em Belém do Pará. Entre os passageiros, dois jovens, Gunnar Vingren, de 23 anos, e Daniel Berg, de 26 anos, transferiram-se com as suas malas para um barco menor e logo depois galgavam os poucos degraus da "escadinha" da Estação das Docas. Estavam oficialmente em solo brasileiro, o seu campo missionário.
Poucos pertences, pouquíssimo dinheiro. Nenhum conhecimento da língua, nenhum amigo, nenhum plano, exceto cumprir a vontade de Deus — e só ele sabia como. Precisaram apenas de uma profecia, que lhes revelou o nome da cidade: Belém do Pará", e de um pequeno milagre, que lhes proporcionou o dinheiro da passagem. Contudo, os milhares de templos e milhões de crentes espalhados hoje pelo país provam que os dois jovens pentecostais, contra todas as apostas, e mesmo diante todas as adversidades, tinham o perfil de servos vencedores e desbravadores, ou "mais que vencedores", para usar a expressão de Romanos.
A reconstituição:
A programação parou o centro de Belém na manhã de hoje (16) e mobilizou um batalhão de voluntários para organizar um evento que já transformou em um aglutinador de caravanas evangélicas de todo o Brasil. A organização do evento impressiona, a riqueza de detalhes e a forma como o povo evangélico do Pará "vestiu a camisa" para reviver este momento tão marcante da chegada dos missionários que aconteceu na época do auge da borracha da sociedade paraense com suas indumentárias e vestimentas a caráter. As ruas foram tomadas por gente com roupas da época. 


Pastores de todo Brasil estiveram prestigiando o evento 

O trajeto:
O evento começou pontualmente às 09:00h com a chegada dos missionários na escadinha do Porto das Docas. Seguiram pela Rua Presidente Vargas, onde fizeram uma primeira parada para refazer a primeira refeição dos missionários no Brasil que chegaram com fome na terceira classe do navio Clemente. A multidão lotou toda a extensão do trajeto com bandeirinha, faixas, vuvunzelas e cornetas. A marcha seguiu até a Praça da República, onde eles sentaram em um banquinho próximo ao coreto, e lá fizeram a primeira oração em solo brasileiro. Acompanhe a seguir o vídeo de todo o evento. 
Clique neste link abaixo para assistir a
Vídeo da íntegra do evento












Fotos: RBN/Belem






sexta-feira, 15 de junho de 2018

CADB realiza em Belém neste final de semana a celebração pelos 107 anos da Igreja Assembleia de Deus


Começa neste sábado (16) as comemorações pelos 107 anos da Igreja Assembleia de Deus no Brasil e a Convenção da Assembleia de Deus no Brasil (CADB) preparou uma série de atividades para celebrar a fundação da maior denominação evangélica do país.


Logo pela manhã acontecerá a reconstituição da chegada dos missionários suécos Daniel Berg e Gunnar Vingren ao Brasil. A encenação da chegada dos missionários marca o momento inicial de um movimento religioso que iniciou as igrejas pentecostais no país.



No período da noite, às 19h, acontece então a abertura da Assembleia Convencional e Celebração dos 107 anos da Assembleia de Deus no Brasil. No domingo pela manhã está marcada a Assembleia Convencional e no período da noite acontece o culto histórico dos 107 anos no Templo Central. O último dia de festividade será na segunda-feira com a Assembleia Convencional pela manhã e o culto de encerramento no período da noite.


Confira a agenda completa:
1 – DIA 16 Sábado
08:00h – Reconstituição da chegada de Daniel Berg e Gunnar Vingren ao Brasil.
19:00h – Abertura da Assembleia Convencional e Celebração dos 107 anos da Assembleia
de Deus no Brasil.

2 – DIA 17 Domingo
09:00h – Assembleia Convencional.
19:00 h – Culto histórico dos 107 anos no Templo Central.

3 – DIA 18 Segunda – Dia da fundação da Assembleia de Deus no Brasil.
09:00h – Assembleia Convencional.
19:00h – Culto de encerramento da Assembleia Convencional e 107 anos da Igreja.


LOCAIS:
Centenário Centro de Convenção – Rodovia Augusto Monte Negro Nº 1802 –Bairro Mangueirão ;

Templo Central – Av. Gov. José Malcher, 1571, esquina com Trav. 14 de Março, Bairro de Nazaré.

Obs: As plenárias da  Convenção da CADB acontecerão no templo da 14 de março no  Domingo e segunda feira pela manhã a partir das 9h. As demais programações acontecerão no Centro de Convenções do Centenário.

Fonte: JM 

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Conheça a Cachoeira do Sucuriju no distrito de Maracá.


O Amapá possui belezas naturais inigualáveis. Um desses lugares é a cachoeira do Sucuriju, que fica no distrito de Maracá, no Município de Mazagão. A caxheoria fica dentro da Reserva Extrativista do Rio Cajari - Resex Cajari - que é gerenciada pelo Instituto de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. 

Fica localizada antes da comunidade de São Pedro, passando o Maracá, em um ramal entrando para a esquerda de quem vai no sentido Macapá-Laranjal do Jari, na Comunidade da Torre. A Torre foi desmontada, mas todos os moradores das proximidades conhecem e sabem informar. Este espetáculo da natureza fica distante aproximadamente 5 km adentrando este ramal. Vale a pena conhecer este lindo lugar. Este é o melhor período para para ver o explendor da beleza desta queda d'água, pois ainda estamos finalizando  o período chuvoso.



terça-feira, 12 de junho de 2018

COMADERJ fragmentada, pede perdão e retorna a CGADB.


O Pastor Jonas Francisco de Paula, presidente da COMADERJ (Convenção de Ministros das Assembleias de Deus do Estado do Rio de Janeiro), que havia saído da CGADB há 4 meses, agora pede desculpas e retorna à CGADB. No dia 03 de fevereiro deste ano, em reunião realizada em sua sede no RJ, a COMADERJ, já fortemente abalada por um crise de liderança, resolveu se desligar da CGADB. A sua saída criou um racha interno e deu origem ao surgimento de outras convenções e consequentemente uma queda abrupta na arrecadação com anuidades e outras taxas convencionais. Uma delas é a CPEADERJ que ficou na presidência do Pr Valdemir Oliveira de Araújo, ou seja, há um processo fragmentação interno em pleno andamento.


Somente cerca de 30% dos convencionais acompanharam o Pr Jonas de Paula com a sua mudança para a CADB. E destes, um número inexpressivo de convencionais realmente efetivaram as suas  inscrições junto a secretaria Geral da CADB no RJ. Agora com a decisão do seu retorno ao quadros da CGADB, boa parte dos ministros que já estão inscritos na CADB, estão se negando a retornar a antiga convenção. O retorno do Pr Jonas de Paula foi anunciado no blog do Tiago Bertulino como um “pedido de perdão”, bem ao estilo de recepção da oligarquia hereditária e vitalícia Paulista, de forma muito midiática.



Ou seja, outro racha está à vista no arraial da COMADERJ. Enquanto isso, Belém se prepara para receber uma gigantesca festa de poder e avivamento que começa nesta próxima sexta (16) e se estende até o dia 18, data oficial do aniversário de 107 anos da Assembleia de Deus no Brasil. Caravanas de todo Brasil já estão a caminho deste momento histórico da 1ª AGC (Assembleia Geral Convencional) da CADB. Lembrando que enquanto uma liderança enfraquecida resolve sair, dezenas de outras chegam. A exemplo disso, há alguns dias, a Assembleia de Deus em Santos/SP se ligou a CADB e trouxe para os quadros mais de 2 mil pastores.



Belém se prepara para uma gigantesca festa

1ª AGC da CADB e 107 anos da AD no Brasil


Pastores nas redes sociais, comentaram a respeito do assunto. Vejam também o ofício da COMADERJ encaminhado a sede da CGADB.