sexta-feira, 29 de março de 2013

Silêncio omissivo, dolosamente permitido

Pr Dr Gesiel Oliveira, siga-me: @PrGesiel_
Causa-me espécie ver pastores e políticos que se dizem evangélicos, engrossando o coro “fora Marco Feliciano”. Eu compreendo que existem divergências, mas nada há que faça mudar minha opinião como cristão e evangélico, sobre os temas que estão em pauta desde o último dia 07 de março, quando da posse do novo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Não vou me aliar a pessoas que pensam diferente do que dizem as Escrituras, só porque um pastor escreveu uma frase que incomodou ativistas gays no Twitter. Vivemos uma momento em que a igreja é convocada para mostrar as suas convicções, para resistir por seus ideais, para impedir o rolo compressor da causa gay e seus projetos de lei infamantes, para mostrar a sua luz ao mundo e fazer a diferença como sal da Terra. Mas o que vemos na prática é um “acovardamento”, seja de pastores, seja do povo evangélico, seja daqueles que ainda acreditam e lutam pelos princípios que regem a família, igreja e o casamento. Um silêncio omissivamente doloso e permitido. Os maiores líderes não se posicionam por acharem que é muito mais cômodo garantir o apoio do governo em seus projetos, que defender alguém que teve, pela primeira vez, a coragem de levantar essa bandeira cristã dentro do Congresso Nacional. De enfrentar essa grande força política contrária, não a um pastor-deputado, mas evidentemente, contra os que assim pensam. A OAB se manifestou dizendo por meio de nota do presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da OAB, Wadih Damous, que a permanência de Marco Feliciano é "um acinte à população brasileira". Já o Procurador Geral da República disse que não há nenhuma dúvida que “não é uma indicação adequada”, e que a sua trajetória de vida mostra que ele "não está minimamente indicado” para presidir a comissão (veja AQUI). O que me causa estranheza, é a pergunta que não quer calar: onde estavam essas e outras autoridades, e porque não se manifestaram para protestar por algo muito mais grave do que qualquer declaração filosófica ou linha teológica um rede social? Me refiro ao fato de políticos condenados pela maior Corte de Justiça do Brasil, o STF, como José Genuíno, João Paulo Cunha e Paulo Cesar Maluf, ocuparem a Comissão de Constituição e Justiça – de todas as comissões, a mais importante do Congresso Nacional, a que analisa a legalidade, a que exige um passado limpo e como condição sine qua non de seus membros, a probidade. E o que dizer da nomeação como presidente do Senado Federal, do Senador Renan Calheiros, também condenado pela justiça e que teve que renunciar ao seu mandato para não ser cassado, e que sofreu uma manifestação pública nacional, com mais de um milhão e meio de assinaturas, com o famigerado “Fora Renan!”, fato esse que sequer foi citado pela grande mídia nacional. Quanta incoerência, quanta parcialidade, quanto incongruência fática. Só não vê quem não quer, qual o real desígnio dessa enxurrada de protestos maquiavelicamente arquitetados. Os ativistas já tem quem usar como judas no sábado de aleluia, e isso porque encontraram na grande mídia nacional e em alguns políticos, descomprometidos com a moral e família, o lastro para vociferarem e propalarem suas inverdades caluniosas, difamantes e injuriosas. É inamissível que no Brasil um “tweet” obrigue a saída de um pastor e deputado ficha limpa da presidência de uma comissão pequena, enquanto por outro lado, uma condenação a mensaleiros da mais alta corte de justiça, nada vale, a ponto deles serem efetivados, sem manifestações alguma, na maior e mais importante comissão do Brasil, porque o foco está dolosamente redirecionado às "frases do twitter de Feliciano". Unamo-nos enquanto é tempo. Até quando assistiremos o que ocorreu na última sessão do CDHM, onde mais de 1.000 brasileiros infectados por chumbo foram impedidos de falar por pura intolerância e pelo anarquismo, que impediu a sessão, em razão do ‘ativismo gayzista’ que não os deixou falar na CDHM, que é de todos, e não um reduto de privilégios uranistas de uma minoria que acha que é a única. Não se deixe levar pela imprensa, que sempre esteve em lado definido (e evidentemente não é o nosso), e tome posição, porque estamos a enfrentar uma das maiores batalhas contra aqueles que querem desconstituir os alicerces, o sentido e os princípios da família cristã.



Nascido, criado, formado e casado em Macapá. É graduado em Direito e Geografia pela Universidade Federal do Amapá, blogueiro, twitteiro  (www.drgesiel.blogspot.com) teólogo, escritor, professor de faculdades de Ciências Jurídicas, Presidente da Associação dos Oficiais Justiça/AP-AOJAP (www.aojap.blogspot.com). Trabalha como Oficial de Justiça-Avaliador do TJAP, Professor de Direito Penal, Direito Processual Penal e Legislação Penal Especial, foi professor de Geografia Geral, do Brasil e Amapá em diversas Escolas, pré-concursos e pré-vestibulares, autor das obras:"Sinopse histórico-geográfica do Amapá", "Os que confiam no Senhor", "Curiosidades bíblicas", "Esboços de sermões e pregações", "Ilustrações que edificam", é também Pastor vice-presidente da segunda maior Igreja Evangélica do Amapá, Assembléia de Deus Zona Norte de Macapá, hoje com 82 congregações no AP, PA e França - www.adzonanorte.blogspot.com e vice-presidente da COMADEZON (Convenção Estadual da ADZN) além de professor da EETAD (Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus do Brasil). Superintendente da Escola Bíblica Dominical da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá. Casado e apaixonado por Berenice Rabelo,é pai de Gabriel (9 anos) , Miguel Ângelo (5 anos) e Larissa Sophia (2 anos). Siga-me no Twitter: @PrGesiel_ e no  Facebook : Gesiel Oliveira  



quarta-feira, 27 de março de 2013

A escalada da ‘demoniocracia’ na Câmara dos Deputados

Essa foto é o mais evidente sinal que a democracia está sendo “espancada” e o anarquismo está tomando força, rumo ao caos, dentro da Câmara dos Deputados Federais. Essa foto de autoria de Wilson Pedrosa, do Estadão, mostra o momento em que um manifestante do movimento pró-LGBT sobe sobre a mesa da Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara para protestar  e enfurecido, tomado de um descontrole e citando palavras de ordem, desmoraliza o presidente da comissão diante da imprensa e de todos os presentes, que pávidos assistem a tudo sem nada poder fazer. 

          Certamente se o contrário acontecesse, já teríamos vários evangélicos ou militantes do PSC presos por desacato na sede da polícia federal. É necessário que a lei seja cumprida, e que se tome uma posição sobre esses atos desrespeitosos, amorais e exacerbados ao extremo. Esse grupo intolerante capitaneado por ativistas gays, estão invertendo a ordem do Estado Democrático de Direito, a ponto de transformar a comissão de direitos humanos e minorias em verdadeiro “palco de guerra”. Infelizmente eles não compreendem que uma democracia é baseada no princípio da igualdade, que assegura que é necessário tratar os iguais de forma igual e os desiguais de forma desigual, na exata medida de suas desigualdades. 

          Políbio já asseverava que “se não houver pesos e contrapesos para o controle, a monarquia tende a se tornar em tirania, a aristocracia em oligarquia e a democracia em anarquia”. E é esse último estágio de anarquismo que estamos vivenciando na maior e mais importante casa de leis da Federação, tolidos por uma minoria impositiva, intolerante e sem diálogo. Democracia é oportunizar a todos o mesmo ponto de partida, enquanto que a ditadura ocorre quando não se respeitam as regras dessa corrida. A democracia surgiu devido ao fato de que todos são iguais em certo sentido, mas não que todos fossem absolutamente iguais entre si, e é exatamente essas diferenças que não estão sendo respeitadas. As autoridades têm que tomar uma providência e não fazer “vista grossa” diante do caos que está se instalando na Câmara. 

          Estamos diante, parafraseando o Pr Silas Malafaia, do “grupo mais intolerante da pós-modernidade”. Mesmo sendo proibidos de terem acesso à comissão, pela polícia legislativa, eles impediram o acesso ao corredor do gabinete de Feliciano. Trata-se de uma verdadeira “demoniocracia”, que está sendo instalada, e não se espantem se amanhã partirem para a vis corporalis. 

          Se a presidência, que está condescendente com essa mixórdia que envergonha o congresso, não impedir essa crescente onda odiosa e enfurecida, certamente teremos um embate direto nos próximos capítulos desse “show de horrores” promovido por esta ala extremista, que encontrou no presidente da Câmara dos Deputados, alguém que adota a política do laissez faire, laissez aller, laissez passer. 

Nascido, criado, formado e casado em Macapá. É graduado em Direito e Geografia pela Universidade Federal do Amapá, blogueiro, twitteiro  (www.drgesiel.blogspot.com) teólogo, escritor, professor de faculdades de Ciências Jurídicas, Presidente da Associação dos Oficiais Justiça/AP-AOJAP (www.aojap.blogspot.com). Trabalha como Oficial de Justiça-Avaliador do TJAP, Professor de Direito Penal, Direito Processual Penal e Legislação Penal Especial, foi professor de Geografia Geral, do Brasil e Amapá em diversas Escolas, pré-concursos e pré-vestibulares, autor das obras:"Sinopse histórico-geográfica do Amapá", "Os que confiam no Senhor", "Curiosidades bíblicas", "Esboços de sermões e pregações", "Coletânea de ilustrações que edificam",(baixe todos livros AQUI) é também Pastor vice-presidente da segunda maior Igreja Evangélica do Amapá, Assembléia de Deus Zona Norte de Macapá, hoje com 82 congregações no AP, PA e França - www.adzonanorte.blogspot.com e vice-presidente da COMADEZON (Convenção Estadual da ADZN) além de professor da EETAD (Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus do Brasil). Superintendente da Escola Bíblica Dominical da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá. Casado e apaixonado por Berenice Rabelo,é pai de Gabriel (9 anos) , Miguel Ângelo (5 anos) e Larissa Sophia (2 anos). Siga-me no Twitter: @PrGesiel_ e no  Facebook : Gesiel Oliveira

terça-feira, 26 de março de 2013

PSC ratifica Feliciano à frente da CDHM


Dezenove dias depois de tomar posse como presidente da comissão de direitos humanos e minorias da Câmara dos Deputados, o Deputado Marco Feliciano, recebeu a ratificação do seu partido PSC, para continuar à frente da comissão. O vice presidente do seu partido, Everaldo Pereira, declarou que o partido não o considera homofóbico e racista. Ele mesmo já havia declarado que não cederia às pressões para forçar a saída do parlamentar-zagal da presidência da comissão, fazendo alusão às declarações do presidente da Câmara dos Deputados, que semana passada chegou a dar um ultimato ao partido. O vice-presidente do partido disse ainda que espera uma ação respeitosa das pessoas que têm ideias divergentes porque "democracia não é grito, nem ditadura". Evidente que essa decisão caiu como uma bomba no colo dos opositores. Desde que assumiu Feliciano vem enfrentando protestos de grupos radicais ligados ao ativismo gay, mormente nas reuniões da comissão, a ponto de impedi-lo de dar continuidade em algumas delas. As redes sociais tem dado enfoque constante, com ferrenhos debates de ambos os lados. Mas o que fica evidente com toda essa mixórdia, é o sentimento reprimido , e que agora aflora abundantemente, em forma de discursos inflamados, caluniosos, difamatórios e injuriosos, contra o presidente da CDHM, e também contra os evangélicos, contra seus princípios, constituição da família, fundamentos bíblicos e ideológicos. Recentemente uma enxurrada de declarações do principal líder do movimento gay, acabaram por incitar ainda mais essa discussão e essa divergência principiológica. Os pretextos utilizados são sempre os mesmos: frases em um microblog atribuídas ao Pr Marco Feliciano, fazendo alusão, segundo eles, ao racismo e homofobia. Apesar de ser ficha limpa, e não constar nenhum impedimento legal ou regimental que o impeça de assumir a presidência dessa comissão, esses grupos da extrema esquerda do uranismo hodierno vem insuflando o ódio, a intolerância e a falta de diálogo.  Nos próximos dias ainda teremos muitos embates, visto que a decisão do PSC só esquentou, ainda mais, a discussão. Quem acompanha o desenrolar de tudo isso, só entende um fato: definitivamente as coisas não resolvem na base do grito, intolerância, ódio, mentira e perseguição e que por maior que seja a mentira, perseguição ou calúnia, a verdade sempre triunfará. Chamar alguém de homofóbico e racista por um tweet é desvirtuar e fazer um pre julgamento superficial, simplório e tendencioso ao erro, sobre o sentido real desses termos. A aparição de Feliciano no Programa Pânico da TV, mostrou sua imparcialidade como novo presidente, evidenciou sua intenção de chamá-los para o diálogo, e mostrou um outro lado do pastor, diferente daquele dolosamente rascunhado por seus opositores. Mas pelo que tudo indica os novos pronunciamentos de Jean Wyllys caminham no sentido oposto. É evidente os desígnios, que agora viraram causa, meta, alvo a ser atingido: tirar evangélicos da presidência dessa comissão, que historicamente sempre foi um nicho do grupo mais intolerante da pós modernidade. 

Pr Gesiel de Souza Oliveira é vice presidente da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá (www.adzonanorte.blogspot.com)
Pastor, Oficial de Justiça, Professor de Direito Penal e Processo Penal, Teólogo, Geógrafo e Escritor
www.drgesiel.blogspot.com

domingo, 24 de março de 2013

Desabafo de um pastor da Assembleia de Deus - Por Pr Dr Gesiel Oliveira


Pr Dr Gesiel Oliveira é vice presidente da ADZona Norte
      Quero me reportar primeiramente ao Sr Jean Wyllys (PSOL/RJ), Deputado Federal, eleito com 13 mil votos, e que só chegou à Câmara dos Deputados porque foi “puxado” pelos votos de outro deputado do seu partido. Esse senhor que em suas aparições pública, e com seu discurso eivado de jactância exacerbada e verborréico, se considera “acima” do conhecimento, e que com menosprezo, desonra a família cristã em seus malfadados comentários, que agridem frontalmente a fé cristã, os bons costumes e os alicerces da família brasileira, ao chamar a Bíblia de “mito” em vídeo que circula na internet (assista nesse Link 1) . Os 13 mil votos de Jean Wyllys valem mais do que os 212 mil de Feliciano? Teria o Deputado Wyllys maior poder de representatividade a ponto de ignorar, sob alegações fúteis, o devido processo legal em que foi conduzido o Pr Marco Feliciano à presidência da CDHM?  

             É este mesmo deputado que propõe projetos para que as igrejas passem a pagar impostos, visto que hoje são isentas pelos grande trabalhos sociais que representam, é o mesmo que abertamente é a favor da descriminalização do aborto, e segundo ele mesmo, defende em um vídeo (assista o Link 2) a descriminalização da Maconha, ‘afirma que já fumou maconha’, diz ainda “já fumei maconha, como tudo mundo... (aos 01m:12s)”, e diz que isso vai "combater o narcotráfico" (acredite se quiser! aos 01m:02s) e que isso é uma forma de "defender o futuro de nossa crianças" (aos 1m:03s). É esse tipo de Deputado que quer tirar um pastor evangélico da presidência da Comissão de Direitos Humanos na marra, na força da pressão, alegando ser o “paladino da tolerância”. Há poucos dias fomos atacados por falas oriundas desse deputado, que chegou ao ponto de chamar nossa Bíblia de “mito” com “textos alegóricos” (aos 01m:32s desse vídeo AQUI), bem como durante a realização do 9º Congresso LGBT no Congresso Nacional, em um vídeo que foi amplamente mostrado na internet, estava sentado numa bancada e aplaudiu a fala intolerante de um ativista do Movimento LGBT, chamado de Marcio Retamero, que se autointitula “pastor”, e que chamou de “desgraçados” e de “fundamentalistas religiosos” para os evangélicos quem defendem a família e a fé cristã, fazendo alusão também aos pastores. E em outro texto diz que “70% dos pedófilos são parentes das vítimas”, para se defender do estereótipo da pedofilia, e sugere que “os outros 30%, estão nos púlpitos das igrejas” (aos 01m e 02s desse vídeo AQUI). Em outro vídeo a Deputada Erika Kokay (PT/DF), que é declaradamente a favor desse movimento, é aplaudida calorosamente pelo grupo LGBT, por comemorar o “aumento de beijos na boca de homossexuais em praça pública em todo o Brasil” (a cena acontece aos 02m:13s  assista ao vídeo AQUI). E acredite tudo isso foi dito dentro das dependências do Congresso Nacional.


                               Eles se autoproclamam “tolerantes”, mas isso é uma máscara que caiu com as recentes manifestações mostrando um ativista gay que agride um repórter (vídeo AQUI) que tentava filmar um grupo de ativistas que faziam uma manifestação intolerante na porta da igreja do Pr Marco Feliciano, a ponto de impedir que o pastor e sua filhas tivessem segurança suficiente. Interromperam um culto, rasgaram a Constituição Federal em seu art. 5º,VI da CF que assim dispõe "é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias". Eles não permitiram que o Pastor e sua família permanecessem ali, e tiveram que fugir sob escolta. E a pergunta que fazemos: o que tem a ver o culto em sua igreja com as suas atividades com presidente da CDHM? Por que cometer o crime de 'Ultraje a Culto e Impedimento ou Perturbação de Ato a Ele Relativo'? (assista ao vídeo da agressão no Link 4). Por que não se aplica à eles o crime do Art. 208 do Código Penal  Brasileiro, que assim determina: 


Ultraje a Culto e Impedimento ou Perturbação de Ato a Ele Relativo
Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:
                                    Pena - detenção, de 1 (um) mês a 1 (um) ano, ou multa.


                               Você sabia que no Código Penal Militar (Decreto-Lei nº 1001/69) o homossexualismo é crime e está previsto no art.235, e é chamado de "pederastia" com pena de detenção, de 6 meses a 1 ano? Podendo ainda gerar expulsão do militar. A lei, que está em pleno vigor, assim dispõe:
Art. 235. Praticar, ou permitir o militar que com ele se pratique ato libidinoso, homossexual ou não, em lugar sujeito a administração militar:
Pena - detenção, de seis meses a um ano.
Aumento de pena
Art. 237. Nos crimes previstos neste capítulo, a pena é agravada, se o fato é praticado: 
I - com o concurso de duas ou mais pessoas;
II - por oficial, ou por militar em serviço. 

                               Quero saber por que eles não chamam os militares de homofóbicos? Por que eles não usam toda a sua "liberdade de expressão" contra essa lei? Por que não se manifestam contra a grande quantidade de expulsões de homossexuais das corporações militares por conta do art. 235? (Veja algumas decisões nesse sentido AQUI).  Não consigo compreender (compreendendo) o porquê de uma pressão dessa monta para tirar na “marra” um pastor da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias por causa de um “teewt”. Enquanto isso, nenhuma pressão se faz para retirar os dois petistas e réus condenados pelo mensalão que tomavam posse concomitantemente na principal comissão do congresso nacional , a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). A estratagema malfadada foi descoberta. A ideia seria, concomitantemente, focar nos protestos na CDHM, e garantir o acesso livre à CCJ. Creio na análise mediana, melhor seria um pastor que não mediu as palavras em um texto de 140 caracteres do Twitter, e que nunca cometeu nenhum ato nesse sentido, a mensaleiros que cometeram locupletamento ilícito e foram condenados pelo STF, e agora assumem a direção da maior comissão do congresso.

                               Os ativistas gays acusam os evangélicos de violentos e intolerantes, mas os registros mostram que nunca houve uma única vez onde um cristão, praticante e evangélico, atacou ou foi violento contra um gay ou contra um afro-descendente. Não há registro, e isso é fato! E falando em registros basta compararmos os movimentos. Em São Paulo a “Marcha para Jesus” que reuniu em 2012 mais de 5 milhões de evangélicos, não houve registro de nenhuma agressão, morte e até a própria polícia mobilizou um número de viaturas pequeno para esse evento, por historicamente ser pacífico. Agora vejamos a “Parada Gay”, só em São Paulo, que reuniu 270 mil pessoas, houveram inúmeras ocorrências de violência, agressões, atentado ao pudor, uso de drogas, lesões corporais, desacatos, furtos, roubos, atos obscenos e até um homicídio em 2009, dentre outros tantos ilícitos (veja o vídeo que mostra os crimes cometidos na parada gay AQUI), mobilizando uma grande aparato policial e agentes da segurança pública, sem falar que ativistas gays inflavam os números para pressionarem a sociedade por privilégios (Leia a matéria que mostra os crimes cometidos durante a parada gay AQUI). O instituto de pesquisa Datafolha, que realizou a medição dos participantes do evento, divulgou que a Parada Gay atraiu apenas 270 mil pessoas, aproximadamente 7% do número que a organização divulgou 3,5 milhões de pessoas (leia a matéria com os verdadeiros dados no Link 5)

                            É tremendo o plano satânico e imoral apoiado em leis, sendo que muitas dessas leis já existem e a maioria ainda estão sendo desenvolvidas em forma de projetos de lei que tramitam no congresso nacional, e que estão sendo preparadas contra a igreja, família, Bíblia e cristãos. É a égide do imperialismo legalista e uranista xiita hodierno insuflado pela grande mídia tencionada à impudicícia. Esse é o discurso deles de intolerância para dirigir com "tolerância" a comissão de direitos humanos. Nós (os evangélicos comprometidos com a família) somos um grande “elefante” preso à um fiozinho, ainda não percebemos a força que temos. Há momentos em que igreja tem de orar e outros momentos em que a igreja tem de agir, e esse é o momento de fazer os dois. Paulo nos recomenda em Romanos 12:2 “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. É o momento de tomarmos posicionamento, de sairmos dessa letargia e entendermos que o Pastor Marco Feliciano assumiu o nicho do grupo mais intolerante hodierno, e que toda essa manifestação não é pessoal. Assista aos vídeos nos links abaixo e tire as suas próprias conclusões, acerca do que aqui foi tratado:

Pr Dr Gesiel de Souza Oliveira
Vice Presidente da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá – www.adzonanorte.blogspot.com - com 82 congregações no Amapá, Pará e França.
Professor de Direito Penal e Processo Penal, Teólogo, Geógrafo e Escritor

Vídeos:
Link 6 http://omovimentogospel.blogspot.com.br/2010/06/omg-news-os-dodois-liberdade-ou.html

sábado, 16 de março de 2013

Catalepsia opinativa (Por Pr Gesiel Oliveira)

Pr Dr Gesiel de Souza Oliveira
Assisti agora há pouco uma matéria na TV de mais de 5 minutos de acusações contra o pastor evangélico que assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias, e somente 30 segundos de defesa. Dizer que há equanimidade de condições é equivalente a chamar todos os evangélicos de homofóbicos pelo simples fato de discordarem do uranismo. Chegamos nos dias em que todo aquele sentimento aprisionado de muitas pessoas, ao longo de anos, começou a aflorar. Me refiro à aquele sentimento enclausurado e suprimido de aversão ao estereótipo do “obnubilado crédulo evangélico”. Os verdadeiros desígnios desse grupo não estão estampados nas bandeiras dos “discursos fabricados” de racismo e homofobia, mas sim em um plano maior de desmoralização e solapamento, não de um pastor ou de um deputado, mas dos princípios éticos, morais, fundamentos da família, e por fim, contra o povo de Deus, que começa a se propalar com uma intensidade nunca vista anteriormente, num claro desvirtuamento, uma malsinação do rumo da discussão. Os pretextos são forjados a cada dia, uma enxurrada de impropérios sem o mínimo de lastro de veracidade, e que agora “essa minoria”, e não essas minorias, querem utilizar para implantar o império das trevas e da imoralidade. Certamente se qualquer outro representante de minorias assumisse a presidência da CDHM, a grande imprensa não estaria a executar essa manobra. A força da grande mídia, que sempre esteve em lado definido, já começou a multiplicar e vociferar seus factoides, e é de se esperar que muito embuste por aí ainda venha. Marchas de dezenas multiplicadas a milhares, texto fora do contexto, cenas fora da sequencia cabal do vídeo, enfim, começou o jogo rasteiro da mídia segregacionista, alienadora e tencionada a posições contrárias à moralização. A causa é clara, e todo mundo está vendo qual o real desígnio. A posse de dois mensaleiros foram escamoteadas sob o manto da legalidade e sem nenhuma manifestação, porque o foco estava direcionado aos aplausos de grupos extremistas que insuflavam, concomitantemente, a exação pública de um pastor que sem poder se defender, buscava apoio de onde não vinha: do seu inicialmente lacônico, e agora, embatucado grupo. Alguns atores e atrizes aproveitaram o embalo para se autopromoverem, sem sequer lembrar do passado sob um invólucro de vidro delgado. Cerca de 200 milhões de brasileiros assistiram a posse do novo pontífice da maior igreja do Brasil, mas não se ouviu e nem se viu passeatas, estardalhaços nem campanhas nas redes sociais sobre o fulcrado posicionamento de contrariedade à homo-afetividade (neologismo eufemístico cunhado pela incipiente estrutura parlamentar). É uma questão de foco político e ideológico, trata-se muito mais de engendramento e afirmação da antiga lógica bélica de Joseph Goebbels: "Uma mentira muitas vezes repetidas, torna-se verdade" evidenciando com isso seus sorrateiros corolários hodiernamente. A bíblia nos ensina que em situações como a que vivia Noé, como a que vivia Ló e sua família, como a que vivemos hoje, não podemos cruzar os braços e nos omitirmos diante da situação. Paulo nos ensina em Romanos 12:2 “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” É o momento de tomarmos posicionamento, de sairmos dessa letargia, e talvez até catalepsia, opinativa e móbil, e tomarmos nosso verdadeiro lugar, ou continuaremos somente como vozes sem eco, como massa sem força, como maioria manobrada pelos interesses da minoria, como comentários sem lastro, sem força e sentido das redes sociais da vida. 



Pr Gesiel de Souza Oliveira (www.drgesiel.blogspot.com
Pr Vice-presidente da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá (www.adzonanorte.blogspot.com
Professor de Direito Penal e Processo Penal 





domingo, 10 de março de 2013

Esboços, pregações, livros e vídeos do Pr Gesiel de Souza Oliveira


Arquivo para baixar de Gesiel de Souza Oliveira


Pr Gesiel de Souza Oliveira
e-mail: gesiel.oliveira78@gmail.com
twitter: @PrGesiel_
Face: "Gesiel Oliveira"
Fone: (96)81115715


1. Links de esboços de pregações e sermões

  1. Esboços de pregações
  2. Esboços de pregações (2) 
  3. Esboços de pregações (3) 
  4. Esboços de pregações (4) 
  5. Esboços de pregações (5) 
  6. Esboços de pregações (6) Livro do Pr Gesiel Oliveira 


2. Minhas Pregações 
Obs.: estão em formato para ouvir em celulares(AMR)

Obs.: Caso deseje converter para outro formato de áudio (MP3 ou WMA), baixe este pequeno e leve programinha, para fazer as conversões (baixe o conversor AQUI)

2.1. Áudio:
  1. O poder da benção e maldição da lingua
  2. 4 vitórias na vida daqueles que creem no Senhor
  3. Cheios do Espírito Santo para fazer Missões
  4. O que fazer quando graves problemas chegam na nossa casa?
  5. A revelação de João - Apocalipse
  6. Leis contra a Igreja   
  7. Aprendendo com os erros de Israel
  8. Doenças emocionais: causas e a cura a luz da Bíblia
  9. Quando o Senhor está à frente
  10. Vencendo as tentações da Juventude
  11. Quero trazer à memória aquilo que me dá esperança
  12. Missões como prioridade da Igreja
  13. O perigo que pode estar dentro de casa
  14. Dons espirituais: marca de uma igreja viva
  15. O perigo dos vícios e manias
  16. Veja o milagre entrar na sua casa
  17. A vida é mais que alimento e o corpo mais que vestuário
  18. Até que a morte os separem
  19. Lições da sunamita
  20. Estudo sobre Homilética
  21. Eis que cedo venho
  22. Vencendo as más influências na juventude
  23. A ressurreição
  24. O olhar de Jesus
  25. Jovem, pra onde você vai?
  26. É já a última hora
  27. Alerta às igrejas
  28. Quatro ordens de Deus a Jacó
  29. O obreiro e os novos desafios da pós-modernidade
  30. Família, uma benção de Deus
  31. Lições do vale dos ossos secos
  32. Tem cuidado com a tua família
  33. O inimigo que pode estar ao teu lado
  34. Aprenda a esperar no Senhor
  35. Os 3 despejos de água de Elias
  36. Sede perseverantes
  37. Apocalipse
  38. O poder da paciência
  39. Jesus pagou um alto preço
  40. Eu e minha casa serviremos ao Senhor
  41. Um clamor por Macapá
  42. O poder da oração
  43. Ele está contigo no vale
  44. Em busca da vitória
  45. Semeie a palavra
  46. Há poder em suas mãos
  47. A verdadeira liberdade
  48. Deus está no controle
  49. A verdadeira prosperidade
  50. Líder, o maior servo
  51. Guerra espiritual
  52. O invisível é maior que o visível
  53. Os alicerces de um lar abençoado
  54. O caminho da vida vitoriosa
  55. A regra do contexto
  56. A travessia do mar vermelho
  57. A falta de comunicação na família
  58. Põe tua casa em ordem
  59. Os inimigos da família
  60. Quando o deserto vira escola
  61. A regra das passagens paralelas
  62. Família edificada no Senhor
  63. O que toda esposa espera de seu esposo
  64. O que todo esposo espera de sua esposa
  65. Os desafios da vida a dois - Palestra para casais
  66. A regra do contexto
  67. O estudo devocional da palavra
  68. A aplicação do estudo da Palavra
  69. Dons de Revelação
  70. O legado de Moisés
  71. Palestra para casais
  72. Desperta jovem para o IDE de Jesus
  73. Dízimos no Antigo e Novo Testamentos
  74. Liderança cristã eficaz e os novos desafios
  75. Disciplina e igreja
  76. E deu Dons ao homem
  77. Mulheres de oração
  78. Quebre o vaso, acenda a tocha e toque a trombeta
  79. A inveja e seus efeitos
  80. Semeie a palavra
  81. O perigo das leis anti cristãs
  82. Missões, a chamada da igreja
  83. O cristão e o cuidado com as mensagens subliminares
  84. Desvendando o Apocalipse
  85. Dicas para uma liderança eficiente
  86. Estudo para casais
  87. Estudo para obreiros e líderes
  88. Ingratidão
  89. A fé se manifesta em obras
  90. O que estamos fazendo com o nosso tempo?
  91. Jesus e o endemoniado de Gadara
  92. Por que ele me escolheu?
  93. Quatro orientações de Deus sobre nossas vidas.
  94. Jovem, espere no tempo de Deus
  95. Missões, o maior desafio de igreja de hoje
  96. O arrebatamento da igreja
  97. Superando as decepções do passado
  98. O maior desafio missionário da igreja atual
  99. O Deus que abate o arrogante e levanta o humilde de coração
  100. Características que marcam um servo obediente
  101. O perdão
  102. Do monturo ao trono
  103. Da mesma boca procede benção e maldição
  104. O que temos semeado?
  105. Os ataques contra a família
  106. Quando Deus escolhe 
  107. 4 passos do obreiro que atenta para o seu ministério
  108. Os alicerces do lar cristão
  109. Como lidar com as aflições da vida
  110. Mais são os que estão conosco
  111. Conflitos na família
  112. Fé - Mensagem de fim de ano - 2015
  113. 5 dicas para enfrentar os desafios da vida
  114. Lições da mulher de Jó
  115. Provas científicas da existência de Deus
  116. Superando os traumas do passado: Lições de Mefibosete
  117. Vencendo a depressão
  118. Eis que cedo venho
  119. Novos céus e nova Terra
  120. O juízo final
  121. O milênio
  122. A segunda vinda Cristo em Glória
  123. Cura das feridas escondidas
  124. Deus não esquece dos seus
  125. Lições de Meribe-Baal
  126. O destino final dos mortos
  127. Detalhes da crucificação
  128. A casa que Deus quer
  129. A cura das feridas da alma
  130. Jesus acalma a tempestade
  131. O evangelho no mundo acadêmico e político
  132. Loucos por Cristo
  133. Por que o Senhor permite o sofrimento?
  134. Lições da vida de Naamã

2.2. Coleção de frases e reflexões do Pr Gesiel de Souza Oliveira

  • Acesse clicando AQUI


2.3. Vídeos:

  1. Palestra para Jovens - "Vencendo as tentações da Juventude", ministrado no Templo Central da Assembleia de Deus A Pioneira (Pr Oton Miranda de Alencar) de Macapá em 26.07.2012. 




2- Tema: "Missões como prioridade da Igreja" - no 8º Congresso de Missões da AD Zona Norte (Pr Dimas Leite Rabelo) em 16.09.12




3-Tema: "O perigo que pode estar dentro de casa" - Campanha Pró-Família, na COMEJE - Comunidade Evangélica Jericó (Pr Roberto Trindade), no dia 16.09.12



4-Tema: "Os perigos dos vícios e manias" - Templo Central da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá (Pr Dimas Leite Rabelo) no dia 29.10.2012



5-Tema "Quando o caos bate à porta, o que fazer?" - Templo Central da Assembleia de Deus Missão Pioneira em Cayenne - Guiana Francesa (Pr Álvaro Ribeiro), no dia 17.02.2013, por ocasião do encerramento da I Conferência da Escola Bíblica Dominical.





Contatos Pr Gesiel de Souza Oliveira
Palestras para convenções e congressos.

e-mail: gesiel.oliveira78@gmail.com
Twitter: @PrGesiel_



3. Bíblias (download)

Para baixar vários tipo de Bíblias gratuitamente clique AQUI




4. Lições Bíblicas Dominical (para smartphones, celulares, PCs, tablet's)

  • 2º Semestre de 2012 (CPAD) "As sete cartas do Apocalipse" (baixe aqui)

  • 3º Semestre de 2012 (CPAD) "Vencendo as aflições da vida" (baixe aqui)

  • 4º Semestre de 2012 (CPAD) "Os Doze Profetas Menores" (baixe aqui)

  • 1º Semestre de 2013 (CPAD) "Elias e Eliseu um Ministério de poder para toda a Igreja" (baixe aqui)



5. Baixe os e-books do Pr Gesiel de Souza Oliveira gratuitamente clicando AQUI

Conheça as obras do Pr GESIEL DE SOUZA OLIVEIRA (Vice-presidente da Assembleia de Deus Zona Norte de Macapá). Todos os livros estão em formato digita e-pub e pdf adaptados para celulares, computadores, tablet e Smartphones, baixe gratuitamente e boa leitura

LIVRO 1

Na obra "OS QUE CONFIAM NO SENHOR" do Pr Gesiel de Souza Oliveira, você será levado à indagações e respostas sobre nossa confiança no Senhor, e passará a compreender melhor a complexidade de ter fé em Deus e saber esperar a concretização de suas promessas em nossas vidas. Compreenderá melhor o que temos a aprender com o silêncio de Deus. Porque muitas vezes, aparentemente, Deus não responde nossas orações? Como lidar com nossas ansiedades quando oramos e a benção não chega? Como alcançar uma vida de prosperidade espiritual, profissional, moral e eclesiástica?

                        Nossa fé, nossos objetivos, nossos sonhos, porque muitas vezes somos levados a fraquejar em determinadas situações? Porque as dificuldades que a vida nos impõe, abalam diretamente nossa vida espiritual? O que fazer para continuar perseverante e em paz espiritual mesmo em condições adversas? Você passará a partir da leitura deste livro a entender melhor esta relação entre Deus e seus filhos baseado na confiança. Conhecerá que os fundamentos de uma vida vitoriosa se firmam basicamente em três pilares: fé em Deus, iniciativa e perseverança.

                        Compreenderá que não basta somente a confiança, mas que a perseverança, oração, amor,  fidelidade, obediência e comunhão são imprescindíveis para uma vida espiritual vigorosa e próspera. Você é um escolhido, filho de Deus, e como filho, você deve confiar no seu Pai pacientemente, para que você possa dizer como Davi: “Esperei com paciência no Senhor e Ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor”. 
                        “Os que confiam no Senhor” é um livro que lhe ajudará a desvendar os mistérios desta relação entre você e Deus e você passará a dar um novo sentido para sua vida espiritual. A partir de experiências e exemplos de vida, você será levado a fortalecer sua fé no Senhor e aprender a confiar na capacidade que temos de lidar com situações adversas que se apresentarem. Se formos confiantes e persistentes, conseguiremos manter a calma em nosso íntimo, não importa o que esteja acontecendo em nossa volta. Davi cria com uma fé inabalável em Deus a ponto de escrever: “Os que confiam no Senhor são como o Monte de Siãoque não se abala, mas permanece firme para sempre”.

PrGesiel Oliveira - Contatoa: (96)81115715;  e-mail: gesiel.oliveira78@gmail.com
Palestras,estudos,pregações,workshops,conferências,etc.


LIVRO 2:

Livro "COMPÊNDIO DE CURIOSIDADES BÍBLICAS" Este livro foi desenvolvido por se perceber a grande carência de obras sobre o tema. O escopo primordial deste livro é dar subsídios aos leitores em síntese breve, mas objetiva, de assuntos de interesse bíblico, desmistificando e elucidando dúvidas freqüentes ao estudante da Bíblia, além de descortinar muitas curiosidades sobre assuntos seculares conexos. Sua aplicação é muito abrangente, servindo de imprescindível suplemento para professores e alunos da escola dominical, obreiros em geral, organizadores de gincanas com perguntas e respostas, aspirantes ao ministério, estudantes de teologia, pregadores, mestres, enfim a todos que tiverem interesse e curiosidade sobre assuntos pertinentes à Bíblia. Espero que o leitor possa aproveitar da melhor maneira possível o conteúdo deste manual e que possa ampliar seus conhecimentos a respeito das Sagradas Escrituras




Gesiel de Souza Oliveira (Autor)


Link para baixar o livro: "Compêndio de curiosidades bíblicas" do Pr Gesiel de Souza Oliveira - 4shared
Pr.Gesiel Oliveira - Contatos: (96)81115715;  e-mail: gesiel.oliveira78@gmail.com 
Palestras,estudos,pregações,workshops,conferências,etc.



LIVRO 3:
Livro: "ESBOÇOS DE SERMÕES E PREGAÇÕES" Este livro foi desenvolvido para auxiliar pregadores, pastores de campos, professores da escola dominical, palestrantes, aspirantes ao ministério, estudantes de teologia, mestres, enfim a todos que tiverem interesse em falar ou pregar a palavra. O objetivo é difundir a pregação da palavra do Senhor por meio de orientações gerais à qualquer que for fazer uso destes esboços.

Ao longo de minha carreira ministerial rascunhei muitos esboços em  agendas, nas minhas bíblias e em anotações esparsas. Resolvi reunir  todos e compartilhar com os obreiros e demais interessados, sempre com objetivo de dar-lhes ferramentas para impulsionarem ainda mais seu ministério. Estes esboços servem somente viga-mestra para que o obreiro possa adequá-lo e enriquecer sua pregação.
                       
Espero que o leitor possa utilizar esta pequena obra como subsídio e fonte para ajudar a edificar sua vida cristã e de outras pessoas, aproveitando da melhor maneira possível o conteúdo deste manual como meio de expansão do reino de Deus. Boa leitura e que Deus lhe abençoe.
"Procura apresentar-te a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (Tm 2.15).



Gesiel de Souza Oliveira
Autor



LIVRO 4:

O escopo primordial do livro “SINOPSE HISTÓRICO GEOGRÁFICA DO AMAPÁ” do Professor e Geógrafo Gesiel Oliveira, é dar aos leitores uma síntese breve, mas esclarecedora sobre o Amapá sob o ponto de vista histórico-geográfico, abordando temas como a formação histórica, colonização, implantação do Território Federal, grandes projetos públicos e particulares, a criação do Estado, dentre outros, desprovido de uma linguagem hermética, procurando elucidar da melhor maneira muitas das dúvidas pertinentes ao Espaço geográfico Amapaense.
Ao longo de minha faculdade tive a oportunidade de me aprofundar nas questões geográficas do Amapá e desde então continuei nessa incessante busca ao longo dos últimos cinco anos e meio. Espero que o leitor possa aproveitar da melhor maneira possível e que possa ampliar seus conhecimentos sobre a realidade local.

                 Esta obra foi desenvolvida por se perceber a grande carência de obras sobre o tema, normalmente abordando somente partes da história ou geografia o que dificultava a busca de um material que pudesse abranger todos esses conhecimento. Ressalte-se neste ponto, que esta obra não possui “tudo” sobre Geografia do Amapá e sobre sua história, o que no mínimo seria muita pretensão, mas como o próprio tema da obra bem define, trata-se de uma sinopse histórico-geográfica por envolver uma análise sintética mas direita e imprescindível para professores, alunos do ensino médio e pré-vestibular e concursandos. Trata-se de uma análise geográfica contextualizando-a na história do Amapá. Boa leitura. Gesiel Oliveira (autor)

Abaixo o link para baixar gratuitamente o livro completo Sinopse histórico-geográfica do Amapá com 102 páginas sobre Geografia do Amapá, do Prof. Gesiel de Souza Oliveira.


Livro: "ILUSTRAÇÕES QUE EDIFICAM". Este livro foi desenvolvido com o escopo de auxiliar os pregadores de qualquer categoria a tornarem mais interessantes, vivos, práticos seus estudos bíblicos e sermões. Sua aplicação também se estende a professores da escola dominical, palestrantes, aspirantes ao ministério, estudantes de teologia, mestres, enfim a todos. Uma ilustração boa e adaptável poderá ser, por si só, um sermão. Será como uma semente que, uma vez semeada, produzirá seu fruto. 
              As ilustrações são comparadas à janelas pelas quais entra luz, dando ao sermão um aspectos mais irradiador.  Muitos sermões tornam-se secos e desinteressantes, na maioria das vezes, por falta de uma variação, ou melhor dito, de uma ilustração. O melhor orador é aquele capaz de transformar os ouvidos da platéia em olhos. Os oradores experientes marcam suas mensagens com imagens ou figuras ilustrativas, sabendo que elas permanecem na memória quando as palavras já tenham sido esquecidas. A arte de ilustrar os sermões é digna de ser cultivada pelos que desejam ser considerados oradores. 
              Por reconhecer a importância das observações rotineiras no decorrer de minha vida, especialmente eclesiástica, selecionei o material que ora apresento. A idéia de um livro nasceu no decorrer do tempo. Surgiu justamente quando notei o volume de anotações esparsas que possuía em minhas Bíblias e agendas. Muitos irmãos e amigos perguntavam por que não poderia fazer um coletânea que reunisse toda estes exemplos ilustrativos e parábolas. Foi a partir daí que observei a importância e decidi levar mais a sério as anotações e o regis­tro de outras à medida que apareciam. Por conhecer o valor da ilustração, decidi arqui­var tudo, e só depois pensei em compartilhar o que havia coletado.
              Espero que o leitor possa utilizar estas ilustrações como fonte para ajudar a edificar uma vida cristã fortalecida, aproveitando da melhor maneira possível o conteúdo desta coletânea, aprendendo e guardando lições morais e espirituais para aplicá-la em sua vida.
Gesiel de Souza Oliveira
Autor
Pr.Gesiel de Souza Oliveira
Contatos: (96)81115715
e-mail: gesiel.oliveira78@gmail.com
Palestras,estudos,pregações,workshops,conferências,etc.

___________________________________________________________________


1) Para baixar todos os 5 livros do Pr Gesiel de Souza Oliveira clique AQUI

2) Link onde você pode baixar milhares de e-books com os maiores clássicos e autores, gratuitamente: Clique aqui

3) Baixe os melhores e-books evangélicos, coletânea dos 40 melhores baixe AQUI
 ___________________________________________________________________