sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Aquele lugarzinho (Por Gesiel de Souza Oliveira)

Aquele lugarzinho longe da cidade

Muito verde, azul e simplicidade

O vento nas folhas, as lembranças e o silêncio
Fecho meus olhos e mergulho no tempo

Aquela árvore com meu nome riscada
Revive em mim uma alegria eternizada

No silêncio, olhos fechados, ouço risadas
De um tempo distante que em minha mente fez morada

O riacho, os amigos e a inocente diversão
Então volto à realidade e acordo desta nostálgica visão.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Governo brasileiro emite nota repudiando o assassinato de 21 "trabalhadores" pelo EI (Por Gesiel de Souza Oliveira)



21 cristãos sequestrados sendo conduzidos pelos terroristas

O Estado Islâmico desafia  o mundo promovendo uma  das maiores barbáries e show de horrores já registrada em vídeo (veja o vídeo AQUI), e ordena a decapitação de 21 cristão egípcios em uma praia da Líbia. Lembro também que há poucos dias houve uma comoção mundial quando terroristas do EI atacaram e mataram 12 funcionários do Jornal Satírico Charlie Hebdo na França, o que levou mais de 4 milhões de pessoas às ruas para protestar a favor da liberdade de expressão. Mas minha indignação é ver a forma como a noticia vem sendo tratada, minimizada e desvirtuada. O Estado Islâmico apresentou as cabeças decepadas de 21 cristãos, e o Itamaraty (órgão de representação diplomática do Brasil) emite nota repudiando o assassinato de 21 "trabalhadores" (veja a nota na íntegra AQUI). Notem a artimanha dos esquerdopatas da cúpula do governo para tirar o foco do assassinato terrorista de cristãos por radicais muçulmanos. Qual a razão de tentar desvirtuar o impacto da noticia verdadeira?. Não dá mais para fechar os olhos ou ignorar essa barbárie promovida por esses radicais. O Brasil precisa reconhecer que 21 cristãos (e não simplesmente trabalhadores) foram sequestrados, e que o ataque é direcionado contra a segunda maior religião do mundo. Lembremo-nos que ano passado a nossa presidente em discurso proferido na ONU defendeu a "solução pacifica e com diálogo com os terroristas do Estado Islâmico" (veja o vídeo AQUI). Só não indicou quem estaria disposto a dialogar com com esses sanguinários. Certamente o Brasil não apoiará a ofensiva militar dos EUA contra o EI anunciada recentemente. O Brasil onde a maior emissora de TV fez uma campanha de comoção nacional quando a Indonésia anunciou a pena de morte contra um traficante internacional brasileiro. Até a presidente chegou a pedir clemência direto ao governo da Indonésia pela vida do traficante. Mas sobre o assassinato dos 21 cristãos, a mesma emissora apresentou apenas uma nota rápida sem fazer uma cobertura mais detalhada sobre esse terrível fato.
21 cristãos coptas egípcios decapitados pelo EI na Líbia
Não vi nenhum pronunciamento da presidente manifestando sua indignação pelos cristãos mortos como mártires. No norte da África, oriente médio e na Asia, movimentos anticristãos matam, crucificam, queimam e decapitam
 cristãos todos os dias, e nunca vi o Brasil se posicionar diante dessas questões, e quando o fez esta semana, ainda o fez lamentando a morte de "trabalhadores". Espero que o Brasil tome uma posição. Mas sei que certamente um pais que se comove com a pena de morte de um traficante, e ignora a verdadeira guerra interna que mata e dizima os seus todos os dias, um pais que tem as penas mais brandas do mundo, que politizou a sua maior corte de justiça, que adotou a corrupção e a impunidade como regra, e a justiça como exceção, que não pune um marginal que rouba, estupra e mata por ter 17 anos, e onde a cúpula do governo está toda envolvida no maior escândalo de desvios de verbas públicas do mundo, certamente este governo não apoiaria o clamor dos cristãos que ecoam do mundo árabe. (Por Gesiel Oliveira)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A caminhada pela praia


Um homem caminhava pela praia, numa noite de lua cheia e pensava e reclamava da vida dizendo:

“Se tivesse um carro novo, seria feliz...“
“Se tivesse uma casa grande, seria feliz...
“Se tivesse um excelente emprego, seria feliz......
“Se tivesse uma parceira perfeita, seria feliz...
“se fosse respeitado, seria feliz....
“se fosse...

Nesse momento, tropeçou em uma pequena sacola cheia de pedras e começou jogá-las uma a uma no mar. E a cada pedra que jogava dizia: “Seria mais feliz se tivesse isso...". Assim fez até que restou apenas uma pedrinha, que decidiu guardar. Ao chegar em sua casa percebeu que aquela pedrinha era na verdade um diamante muito valioso.

Quantos diamantes jogamos ao mar sem parar para pensar? Muitas vezes nós também jogamos fora nossos mais preciosos tesouros, esperando o que acreditamos ser perfeito.

Se você ainda não pode ter o que sonha, dê valor e ame o que você tem!. É um erro ficar esperando que as coisas mudem sem que nossas atitudes mudarem primeiro. Não espere que só o tempo se encarregue de mudar a rota de sua vida. Muitos não avançam porque vivem esperando o futuro pra serem felizes, sem mudar a rota do presente, ancorados em medos, frustrações e amarguras do passado. Viva o hoje com a alegria deste momento, sem se preocupar com o que passou nem com o que virá, só assim você descobrirá o verdadeiro sentido da vida. Sonhe, busque,persista e vença! Avante!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Quando Deus te escolhe (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)


"Quando Deus te escolhe não serão as indiferenças, ataques, conluios ou omissões dolosas dos que te odeiam que impedirão as chuvas de bênçãos que Ele prometeu sobre sua vida. Ninguém pode derrubar o que Deus levantou, nem fechar o que Ele abriu, nem apagar o que Ele escreveu. Não espere sempre gratidão de quem você deu a mão, tenha sabedoria para entender que o reconhecimento é mais raro que a ingratidão. Quem costuma fazer o bem deve estar disposto a encarar a ingratidão, a falta de reconhecimento e o desprezo, sem perder a sua boa natureza. A lógica da ingratidão nos ensina que quanto mais você se importa menos será valorizado, mas é exatamente isso que te diferencia deles. A arrogância do incauto sempre o fará acreditar que está em vantagem até compreender que não é a ambição que o fará alcançar seu objetivo, mas é a sabedoria, respeito e paciência o caminho para se chegar até lá. Normalmente quem pensa muito, fala pouco e quem pensa pouco fala muito. Não falar no momento errado e calar no momento certo, é o que diferencia o sábio do imprudente. Não atormente o seu coração quando um incapacitado se julgar melhor que você, dê-lhe apenas a oportunidade de falar, de fazer, de passar na sua frente, para que a vida lhe ensine a ordem das coisas. Quem sobe pulando degraus, desce rolando. Tudo tem o seu tempo, tudo tem a sua vez, queimar etapas é não se permitir amadurecer. O tolo fala, pensa e sofre. O sábio pensa, fala e colhe". O que tiver de fazer, faça pra Deus, sem olhar as dificuldades, desconfianças, falta de reconhecimento ou indiferença. Deus está vendo! Ele não dormita, e como um professor durante a prova Ele fica calado, parado, observando, mas te avaliando. No momento certo Ele vai agir. Ninguém pode derrubar o que Deus levantou, nem fechar o que Ele abriu, nem apagar o que Ele escreveu. Maior é o que está ao teu lado que os que estão escondidos te atacando. Mesmo que teu brilho esteja encoberto por detrás de uma nuvem de opositores, marche adiante, chorando e marchando, olhando somente pro Alvo que é Jesus, que vai dissipando toda treva e revelando a Sua luz ao longo do teu caminho. Não firme sua convicção absoluta no homem, porque ele é falho e pode lhe decepcionar, deposite sua fé e confiança no Senhor. Há batalhas que só se vencem com silêncio, oração e paciência, e Deus, ao seu tempo, revelará o que tem guardado pra você". (Pr Gesiel Oliveira ).

Cada cicatriz tem uma história (Por Pr Gesiel Oliveira)


Sabe aquele momento da vida que nossos adversários conseguem nos espancar na parte que mais gostávamos da nossa vida? Esse momento inevitavelmente chega! E trás consigo o amargo gosto da decepção em descobrir que muitos dos que sempre estiveram do lado de lá, na verdade estavam ao nosso lado o tempo todo. É parecido com o desencanto de uma criança quando descobre que o trovão não é "Deus falando", que a gente não pode andar e correr em cima das nuvens ou que não existe papai noel. Sabe aquele tipo de descoberta da verdade crua que te machuca? É assim que nos sentimos nessas horas. Pela nossa cabeça corre os mais absurdos tipos de reações, você até planeja reagir fazendo o mal, até cair em si, e entender que isso não faz parte da sua natureza. E as lembranças vem como um martelo. Surgem tantos questionamentos, você acaba ficando mais experiente e cada vez menos inocente e mais insensível, e começa desconfiar de tudo e todos. É a típica reação de um cachorrinho acuado pela medo. Diante de tudo isso, olha para os lados e não vê ninguém, e antes de olhar pra frente, acabamos olhando primeiro para trás, pra tentar entender onde ou o que fizemos pra merecer isso? E aí está um dos grandes erros: tentar andar para a frente olhando para trás. Indubitavelmente nos perguntamos: realmente valeu a pena tudo isso que foi feito? as amizades que desfizemos agindo como para-choque? As brigas que compramos por uma confiança que foi "vendida"? Mas a vida tem dessas coisas, mais baixos que altos, mais cicatrizes que sorrisos, mais decepções que vitórias. Cada cicatriz tem uma história. O que foi feito fala mais alto que a omissão. Essa ferida de agora vai curar. O tempo, as experiências e decepções são os remédios que vão ajudar a fechá-la. Agora só o que nos resta é tentar levantar e prosseguir no caminho, sangrando, chorando e andando. Parecendo um soldado de guerra deixado pra trás. Mesmo que tenha que rastejar, não pare. Essa tempestade vai passar e o Sol vai se abrir e vai aquecer a frieza das dores do teu coração. Avante, Jesus te segura pela tua mão direita e te diz: Eu te ajudarei!.

A efemeridade da vida (Por Pr Gesiel de Souza Oliveira)


"Nossa vida é formada por um conjunto de momentos, alguns impossíveis de serem esquecidos, outros que nem sequer somos capazes de lembrar. A travessia por esse lapso que chamamos de vida, fica entre duas infinitas inexistências, o antes e o depois, dos quais nada podemos saber ou lembrar, por isso é importante valorizar o agora, que não a toa é chamado de "presente". Use esse presente que Deus tem te dado para florir ainda mais sua jornada nessa existência e fazê-la cada dia mais empolgante, não apenas existindo, mas dando vida a cada minuto dessa dádiva". (Pr Gesiel Oliveira)

Lição: o problema não é meu...


Um rato, olhando pelo buraco na parede, viu o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.

Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.

Ao descobrir que era ratoeira ficou aterrorizado.

Correu desesperado ao pátio da fazenda advertindo a todos os animais:

- Há ratoeira na casa, ratoeira na casa !!

A galinha respondeu:

- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato foi até o porco e gritou:

- Há ratoeira na casa, ratoeira !

- Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.

O rato dirigiu-se à vaca e bradou:

- Há ratoeira na casa,

- O que ? Ratoeira ? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite, ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não percebeu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.

Ela voltou com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Moral da História:

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na fazenda, todo mundo corre risco.

O problema de um é problema de todos!

Ajude a apagar a faísca para não ter de varrer as cinzas.

"Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a amar o próximo como a nós mesmos"