sábado, 16 de junho de 2018

Reconstituição da chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar parou o centro de Belém


Uma atmosfera de 1910 tomou conta das ruas de Belém na manhã deste sábado (16). Como parte das festividades alusivas aos 107 anos da Assembleia de Deus no Brasil, hoje aconteceu ao lado das Docas do Pará, onde fica a famosa "escadinha" a reconstituição da chegada dos missionários suécos Daniel Berg e Gunnar Vingren, que chegaram a Belém no dia 19 de novembro de 1910.







A história:
Chegaram a bordo do navio Clement, vindo de Nova York, e aportaram em Belém do Pará. Entre os passageiros, dois jovens, Gunnar Vingren, de 23 anos, e Daniel Berg, de 26 anos, transferiram-se com as suas malas para um barco menor e logo depois galgavam os poucos degraus da "escadinha" da Estação das Docas. Estavam oficialmente em solo brasileiro, o seu campo missionário.
Poucos pertences, pouquíssimo dinheiro. Nenhum conhecimento da língua, nenhum amigo, nenhum plano, exceto cumprir a vontade de Deus — e só ele sabia como. Precisaram apenas de uma profecia, que lhes revelou o nome da cidade: Belém do Pará", e de um pequeno milagre, que lhes proporcionou o dinheiro da passagem. Contudo, os milhares de templos e milhões de crentes espalhados hoje pelo país provam que os dois jovens pentecostais, contra todas as apostas, e mesmo diante todas as adversidades, tinham o perfil de servos vencedores e desbravadores, ou "mais que vencedores", para usar a expressão de Romanos.
A reconstituição:
A programação parou o centro de Belém na manhã de hoje (16) e mobilizou um batalhão de voluntários para organizar um evento que já transformou em um aglutinador de caravanas evangélicas de todo o Brasil. A organização do evento impressiona, a riqueza de detalhes e a forma como o povo evangélico do Pará "vestiu a camisa" para reviver este momento tão marcante da chegada dos missionários que aconteceu na época do auge da borracha da sociedade paraense com suas indumentárias e vestimentas a caráter. As ruas foram tomadas por gente com roupas da época. 


Pastores de todo Brasil estiveram prestigiando o evento 

O trajeto:
O evento começou pontualmente às 09:00h com a chegada dos missionários na escadinha do Porto das Docas. Seguiram pela Rua Presidente Vargas, onde fizeram uma primeira parada para refazer a primeira refeição dos missionários no Brasil que chegaram com fome na terceira classe do navio Clemente. A multidão lotou toda a extensão do trajeto com bandeirinha, faixas, vuvunzelas e cornetas. A marcha seguiu até a Praça da República, onde eles sentaram em um banquinho próximo ao coreto, e lá fizeram a primeira oração em solo brasileiro. Acompanhe a seguir o vídeo de todo o evento. 
Clique neste link abaixo para assistir a
Vídeo da íntegra do evento












Fotos: RBN/Belem






Nenhum comentário :

Postar um comentário