sábado, 25 de julho de 2015

Prioridades (Por Gesiel Oliveira)

Sinto saudades de tempos de outrora
Em que sentíamos a vida mais real e o agora
Tempo em que nos reuníamos para conversar
E não somente juntar a turma para teclar
Hoje as redes aproximam quem longe está
E distanciam quem ao nosso lado quer conversar
A gente fica mais esperto com o celular
Mas qual é a idade certa pra começar a usar
Tenho saudade do tempo que as crianças corriam
Era lindo encontrá-las suadas e ver como sorriam
Tempo em que vivíamos uma vida com mais contato e real
Sem a ilusão desse mundo e dessa vida virtual
Época que gastávamos mais tempo fazendo e realizando
E não perdíamos tanto tempo teclando
Tempo em que éramos mais criativos e inovadores no fazer
E que nada se resolvia com um simples Ctrl+C Ctrl+V
Tempo em que às nossas prioridades estávamos mais atentos
E nenhum som de notificação nos afastava dos bons momentos
Hoje há uma crise de prioridades, onde o toque do celular tem preferência
Afasta as pessoas dos bons momentos em família, por falta de reverência
Sinto saudade do tempo em que vivíamos a vida para explorar
Que aproveitávamos as viagens e lugares não só para fotografar
Daquele tempo em que a nossa vida não se resumia a digitar
E não nos preocupávamos em tudo registar e postar
Será que estamos fadados a nesse “mundinho” mergulhar?
Em uma espiral sem mais podermos voltar?
Ainda acredito que as prioridades não vamos deixar ir embora
Por isso te desafio, larga esse celular e vai viver a vida lá fora.


Nenhum comentário :

Postar um comentário