segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Cada cicatriz tem uma história (Por Pr Gesiel Oliveira)


Sabe aquele momento da vida que nossos adversários conseguem nos espancar na parte que mais gostávamos da nossa vida? Esse momento inevitavelmente chega! E trás consigo o amargo gosto da decepção em descobrir que muitos dos que sempre estiveram do lado de lá, na verdade estavam ao nosso lado o tempo todo. É parecido com o desencanto de uma criança quando descobre que o trovão não é "Deus falando", que a gente não pode andar e correr em cima das nuvens ou que não existe papai noel. Sabe aquele tipo de descoberta da verdade crua que te machuca? É assim que nos sentimos nessas horas. Pela nossa cabeça corre os mais absurdos tipos de reações, você até planeja reagir fazendo o mal, até cair em si, e entender que isso não faz parte da sua natureza. E as lembranças vem como um martelo. Surgem tantos questionamentos, você acaba ficando mais experiente e cada vez menos inocente e mais insensível, e começa desconfiar de tudo e todos. É a típica reação de um cachorrinho acuado pela medo. Diante de tudo isso, olha para os lados e não vê ninguém, e antes de olhar pra frente, acabamos olhando primeiro para trás, pra tentar entender onde ou o que fizemos pra merecer isso? E aí está um dos grandes erros: tentar andar para a frente olhando para trás. Indubitavelmente nos perguntamos: realmente valeu a pena tudo isso que foi feito? as amizades que desfizemos agindo como para-choque? As brigas que compramos por uma confiança que foi "vendida"? Mas a vida tem dessas coisas, mais baixos que altos, mais cicatrizes que sorrisos, mais decepções que vitórias. Cada cicatriz tem uma história. O que foi feito fala mais alto que a omissão. Essa ferida de agora vai curar. O tempo, as experiências e decepções são os remédios que vão ajudar a fechá-la. Agora só o que nos resta é tentar levantar e prosseguir no caminho, sangrando, chorando e andando. Parecendo um soldado de guerra deixado pra trás. Mesmo que tenha que rastejar, não pare. Essa tempestade vai passar e o Sol vai se abrir e vai aquecer a frieza das dores do teu coração. Avante, Jesus te segura pela tua mão direita e te diz: Eu te ajudarei!.

Nenhum comentário :

Postar um comentário