terça-feira, 10 de novembro de 2015

A ingratidão não tem memória (Por Gesiel de Souza Oliveira)

Muitas vezes não sabemos reconhecer em forma de gratidão àqueles que nos ajudaram nos momentos em que estávamos atravessando os desertos de nossas vidas. É lamentável que o olhar e espírito altivo tome conta de nós quando Deus nos oportuniza galgar uma posição onde nunca chegaríamos por nosso mero esforço humano. Se Deus nos colocou em uma posição de destaque, reconheça e agradeça a Deus em primeiro lugar, mas além disso, não deixe de reconhecer e de valorizar quem segurou a escada para que você pudesse subir. A ingratidão não tem memória, e por mais inteligente que alguém possa ser, se não tiver humildade, o seu melhor se perde na arrogância. A humildade ainda é a parte mais bela da sabedoria, ainda é a parte mais admirável do sucesso. O orgulho faz desmoronar qualquer outro bom atributo.Quando o "EU" começa a ser usado com mais frequência que o "NÓS", pode ter certeza que a fila vai andar, e quem está atrás vai passar a frente, para se cumprir o que a Bíblia diz em Mt 20.15 "os primeiros serão últimos" e em Tg 4.6 e 10 "Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes", "Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará". Ninguém é insubstituível, ninguém e tão grande que não possa aprender um pouco mais. Um espirito altivo afasta de nós a noção de nossa origem. A bajulação nos entropece e infla nosso ego, agiganta esse falso vazio que nos faz sentir maiores, superiores ou mais capacitados. Assim como Deus eleva, Ele abate. E no afã ambicioso de olhar pra cima nessa escada da vida, olhe primeiro para baixo e veja o quanto você já subiu. Não devemos desprezar, nem ofuscar quem confiou em nós. Por isso entendo que a ingratidão é sintoma de uma grande fraqueza, e todas as pessoas ingratas são fracas moral e espiritualmente. A principal característica dos vencedores é a humildade, respeito e obediência, pois não é a arrogância que nos fará maiores, nem a humildade que nos fará menores. (Curta no Face: Frases do Pr Gesiel Oliveira)

Nenhum comentário :

Postar um comentário