domingo, 29 de novembro de 2015

Nossa jornada (Por Gesiel de Souza Oliveira)

No soluço solitário da incerteza dessa jornada
Peço a Deus que me dê força pra prosseguir nessa estrada
Chorando e andando sem para trás olhar
O caminho é para frente, é pra lá que vou andar
Os temores e lembranças dos fracassos logo tentam me parar
Mas não olho para os lados, fecho meus ouvidos e sigo a caminhar
Nas beiras dessa estrada pedregosa por onde trilhei
Muitas flores de esperança foram regadas pela lágrimas que derramei
Quando os pássaros pararem de cantar
Quando o vento parar de soprar
Quando a poeira do meu rosto desse caminho
Se misturar as lágrimas e cicatrizes dos espinhos
Quando o sol se pôr e a escuridão chegar
Quando o meu grito solitário ninguem puder escutar
Saberei que é no silencio que Ele está a me ensinar
Pois essa dura jornada não veio pra me fazer morrer
Pelo contrário, veio para me fortalecer e me ensinar a sobreviver
Por mais escura que seja a noite sem luar
Ela não impedirá o fulgência de um novo raiar
Prossiga sonhando, persistindo e lutando sem murmurar
Porque falta pouco para o teu sonho alcançar.
E lá no final da estrada quando para trás olhar
Verás as marcas duplas das pegadas do teu caminhar
E compreenderás que nunca estivestes só carregando tua cruz
Ele sempre esteve ao teu lado, Seu nome é JESUS.
(Pr Gesiel Oliveira).


Nenhum comentário :

Postar um comentário