quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Acusado de praticar crime ambiental, ex-senador está detido no CIOSP

Gilvam Borges no momento da chegada ao CIOSP/Pacoval
O ex-senador  Gilvan Borges (PMDB) foi detido agora há pouco em Macapá pela Polícia Ambiental acusado da prática de crime ambiental. Ele comandava uma operação de aterro numa área de ressaca que quer transformar em via para desafogar o trânsito na zona norte. “O governo não faz eu tenho que fazer”, disse ele.
Desde que perdeu o mandato de senador no final de novembro, Borges intitulou-se líder da oposição. Há poucos dias criou um governo paralelo e anunciou que ia fazer obras “em benefício do povo”. A primeira delas seria a abertura de uma via alternativa, ligando os bairros Marabaixo I e Marabaixo II   para desafogar o trânsito na rodovia estadual Duca Serra.
Hoje à tarde quando iniciava o aterro da área, foi flagrado pela Polícia Ambiental, que além de detê-lo apreendeu o trator que estava sendo usado. Foi detido também o operador do trator.
 Por telefone, de dentro do Ciosp onde está detido aguardando para prestar depoimento, Borges me disse que possui a licença ambiental e que sua detenção não passa de “perseguição” do governo. E ameaçou: “Agora mesmo que eles (o governo) vão se lascar na minha mão”.
“Fui preso porque quero salvar vidas”, exagerou, lembrando que ano passado ocorreram mais de cem acidentes de trânsito com 15 vítimas fatais na rodovia Duca Serra.
Borges disse que sua detenção hoje não vai parar as ações do “governo paralelo” e que nos próximos dias vai climatizar a Maternidade Mãe Luzia.
A movimentação de curiosos é grande na frente do Ciosp do Pacoval,  onde o ex-senador está detido. O prefeito Roberto Góes (PDT) e deputados de oposição ao governo também estão no local.
O governador Camilo Capiberibe está viajando e a governadoraem exercício Dora Nascimentoainda não se manifestou sobre o assunto.
A Polícia Militar informou que o Batalhão Ambiental foi acionado pelo Centro Integrado de Operações Especiais (Ciods) através de denúncia de populares e que ao chegar no local constatou que  Borges, com o uso de um trator, estava aterrando a área sem a devida licença dos órgãos ambientais para efetuar tal procedimento.
Como se trata de crime previsto na Lei9.605, a polícia conduziu o ex-senador para o Ciosp para que sejam efetuados os procedimentos legais.
Postado por Alcinea Cavalcante www.alcinea.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário